RSS

A Song Of Ice And Fire RPG – Guia de Campanha.

29 ago

A Song of Ice and Fire Campaign Guide – Chart, D.; Frost, J. J.; Kyrbi, B. et all; / Green Ronin Publishing 2010. 255 pags.

Ainda não iniciei a campanha, mas para manter o bom ritmo de leitura vou resenhar aqui o Guia de Campanhas para SIFRPG. 

Capítulo 1  – A História de Westeros – se você acha que vai ler muita coisa novamente está certo! Poucas diferenças, comparando com o capítulo de história de Westeros do “A Song of Ice and Fire RPG” aqui, além de mais extenso e detalhado, é mais abrangente. Descreve desde a era do Amanhecer (Dawn Age) até os dias presentes, dando uma boa pincelada nas raças fundadoras dos sete reinos.

Capítulo 2  – Cultura – Aqui também encontramos muita coisa que já havia sido comentada no livro de regras mas com mais detalhamento, explicando as leis e punições. Comércio, herança, bastardos, línguas e religião, são apresentados de forma mais profunda, inclusive com alguns fatos que somente aparecem a aprtir do terceiro dos romances em diante, (como o deus R’Llor e a Cidadela do Maester. Fecha o capítulo um belo mapa (esse mapa vem junto com escudo do mestre num tamanho pôster).

Capítulo 3 – King’s Landing – Uma belíssima descrição de Porto Real e um mapa da cidade. Per se, só este capitulo mais o mapa já dariam inúmeras aventuras de grande qualidade. As principais localidades da cidade e região são descritas e os mestres poderão indicar aos jogadores locais interessantes para compras ou divertimento através das vielas sujas da cidade. Explicações sobre a guarda local e fichas dos principais NPC’s completam o capítulo.

Capítulo 4  – Dragonstone – Era a a casa da dinastia Targaryen e nos dias atuais (no romance), é a casa de Stannis Baratheon irmão mais velho do Rei, Dragonstone é formada por algumas ilhas e uma fortaleza continentalem Sharp Point. Como o livro de campanha é geral, ele começa descrevendo os Targaryens, sua história e seus principais personagens, e somente após descreve os atuais ocupantes, os Baratheon de Dragonstone e seus vassalos.

Capítulo 5  – O Norte – Creio que uma das regiões mais cobiçadas para aventuras. Quem afinal não quer fazer parte do honrado séquito de Eddard Stark? Este capítulo fala da história do Norte, sua geografia, e da Muralha. Esclarece vários pontos, como qual o seu contingente, quantos castelos eles comandam e da onde sai o seu sustento. É sem duvida um dos capítulos do livro que mais fala dos vassalos da casa principal. No fim ele descreve um pouco do Norte após a muralha, descrevendo os primeiros homens e os selvagens que lá vivem.

Capítulo 6 – As Ilhas de Ferro – Os capítulos daqui pra frente vão seguir com as mesmas informações, sobre geografia, nobres, e história. Para não ser repetitivo irei apenas comentar o que tem de diferente quando houver! Fica para este capítulo a religião do Deus Afogado!

Capítulo 7 – Riverlands –  Além do usual, destaco a casa Frey, uma casa nobre menor, com muitos descendentes de segunda e terceira geração, muitos bastardos, uma posição estratégica sem par, e uma vocação política para tirar proveito dos outros. Na minha opinião uma das melhores casas para se ambientar uma campanha.

Capítulo 8 – O Vale do Arryn e as Montanhas da Lua –  Além do esperado, fica aqui uma ressalva que eu gosto muito do Pietyr Balish, o Lord of Coins, que é natural dos dedos. Sua fortaleza pessoal fica no menor dos dedos (os dedos são alongamentos continentais muito longos em direção ao mar), o que lhe valeu o apelido maldoso de Littlefinger (mindinho).

Capítulo 9  – Westerlands – A rica região dos Lannisters, boa de agricultura, boa de mineração, boa para quase tudo que rende dinheiro também é uma boa área para os jogadores iniciarem, rica em intrigas!

Capítulo 10  – The Reach –  Alem das descrições similares aos outros capítulos esse, traz um mapa de Highgarden a fortaleza da família Tyrrel e também a Oldtown (cidade velha), conhecida por ser a cidadela dos maesters.

Capítulo 11 – Stormlands –  Mais uma região pertencente a família Baratheon. Essa região é o lar ancestral do cervo rampante, e é formado por uma posição relevante na defesa dos Sete Reinos (juntamente com o The Reach) contra os traiçoeiros dornishmen.

Capítulo 12 – Dorne – Tudo o que você quer saber a respeito das terras do sul, por ser um reino muito importante na história passada e por ter aparecido com mais ênfase somente nos últimos momentos das crônicas,simplesmente não está aqui. Dorne merecia ter um espaço maior na descrição, deixando um pouco a desejar (ou para um futuro suplemento).

Capítulo 13 – Além de Westeros – Westeros é apenas o continente e as ilhas continentais que foram descritas até agora. Neste capitulo uma singela descrição das cidades livres de Braavos,  Myr, Pentos entre outras. Como no capítulo anterior, falta a profundidade dada ao restante  das regiões no decorrer do livro. Resta-nos esperar por mais suplementos que descrevam esses lugares com mais detalhes: como o mar Dothraki e bruxos de Asshai e Ghiskari.

Capítulo 14 – Explorando Westeros – Este capitulo foi uma grande decepção e ao mesmo tempo, muito bom. A decepção veio pelo meu anseio pessoal de ter aqui algumas regras mais detalhadas de uma batalha naval, e viagens.  Contudo o enfoque do capítulo é totalmente diverso. Westeros aparentemente é um mundo medieval padrão, mas é lendo este capitulo que nos damos conta o quão ordinário é um mundo medieval padrão: corrupção, sexo, violência fazem parte do cotidiano, e também da natureza humana. G. R. R. Martin explora essa facetas da sociedade tão bem nos romances: todos são falíveis e a moralidade é baixa quase sempre, os poucos que tentam fazer o correto são sobrepujados numericamente pelos ímpios. Ou seja, é a natureza do homem em ação. Tudo isso está presente também nesse capítulo.

Considerações finais – O livro é uma grande leitura para fãs e mestres. Eu particularmente não recomendo para os jogadores, ele não é um acessório indispensável na mesa de jogo, o Livro básico de regras é bem completo e abrangente e o detalhamento do Guia de Campanha apenas o complementa.

E Lembrem–se:

Watch out for the Lannisters!!

Anúncios
 
6 Comentários

Publicado por em 29/08/2011 em RPG

 

Tags: , , , ,

6 Respostas para “A Song Of Ice And Fire RPG – Guia de Campanha.

  1. João Eugênio Brasil

    29/08/2011 at 4:51 PM

    Ótima resenha… me deixou com água na boca!!!

     
    • cacorpg

      29/08/2011 at 4:53 PM

      certamente é um jogão! hoje meu grupo termina uma aventura de trail of Cthulhu e eu já vou lá fazer pressão pra começar a SIFRP!

       
  2. Matheus C. Medvedeff

    23/03/2012 at 6:25 PM

    Ao dono do livro, caso ele não saiba, esse livro é sensacional, mas ele tem um defeito grande: foi feito muito na pressa, por conta do sucesso dos livros e da série televisiva, o que acabou gerando muitos erros em sua versão inicial. Por causa disso, foi lançada uma errata de 22 PÁGINAS para a correção dos problemas do módulo básico. Alguns erros são tão grandes que tem até erro na ficha oficial no fim do livro. É possível encontrar a errata na página da Green Ronin ou nos seus fóruns.

    Ainda assim, mesmo com essa errata gigantesca, o jogo é muito bom e vale a pena ser jogado e re-jogado. Eu tive a oportunidade de jogar uma aventura rápida e ela fluiu muito bem.

    =]

     
    • cacorpg

      24/03/2012 at 1:44 PM

      Ola Matheus

      eu e meu grupo já percebemos isso, sim os livros são muito bons e os problemas só aparecem apos iniciar o jogo.

      eu percebi vários destes erros ( na verdade eles estão mais para furos)e na hora já pensei em ou reescrever a matéria ou escrever outro artigo abordando certas coisas que estão faltando e como continuar o jogo sem elas!

      obrigado por participar também se manifestando pois é muito importante pra gente saber que o pessoal ta bem ligado nas matérias!

      game on!

      Caco

       
  3. Thom

    25/03/2012 at 9:43 PM

    Aí, Caco, se puder incluir mais 1 nessa aventura aew com seu grupo, agradeceria 😀

    Qualquer coisa eh so falar!

     
    • cacorpg

      25/03/2012 at 9:45 PM

      Então

      a aventura esta parada por um tempo, pois estou viajando demais com o trabalho mas fica anotado o pedido, pra quando voltarmos ao expediente!

      Abrax

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: