RSS

Revistas de RPG No Brasil – Relembrando!

07 set

Olá leitores fui mexer nas minhas revistas da coleção e descobri que a historia editorial do RPG No Brasil pode ser contada através delas, e alguns aqui devem estar falando, mais um artigo sobre a Dragon da Abril e ou a Dragão Brasil … Bem temos bem mais que isso e aproveitando muitos artigos bem mais técnicos que os meus que tratam da “crise” de novas e velhas tendências, da “Era de Ouro” venho aqui humildemente contribuir para que os mais jovens conheçam um pouco da diversidade da fauna editorial que foi na grande onda do RPG de 1995.

Eu pretendia falar das revistas em uma linha temporal para tentar situar o leitor ao longo dos anos do RPG no Brasil, mas infelizmente as editoras da época não tinham o costume de datar as publicações, então vai de cabeça, mesmo assim espero que vocês gostem!

A Dragão Brasil surgiu em 1994 em seu primeiro numero chamava- se apenas Dragon, nome que foi colocado de lado quando a Abril certamente apertou a Trama Editorial LTDA, era uma revista simples mas original, desde o primeiro numero estabeleceu as colunas que se eternizaram ao longo de mais de 100 edições e personagens como o Mestre Arsenal que perdura ate hoje no cenário de Tormenta. Sem duvida é o único titulo com sucesso absoluto no mercado. A Dragão Brasil teve vários spins como a serie Tormenta e Só Aventuras, e também diversas edições especiais.

The Universe of RPG, chegou em março de1995, aEdiouro que também havia entrado no mercado com o Shadowrun, três suplementos e três romances, resolveu bancar sua revista para promover a nova linha adquirida. E bem, a revista falava de muitos RPG’s que jamais ficaram populares aqui no Brasil, como Amber e Cult, alem é claro do jabazão. Não chegou ater o numero 2. Bem na verdade graças as informações do comentários postados soubemos que ela chegou ater um segundo numero, mas foi só!

Dragon Magazine veio Maio de 1995,  a Abril Jovem colocava no mercado a Dragon Magazine #1, a comunidade já estava indo para o III Encontro Internacional ( o famosoencontro que teve castelinho de papelão e meninas de chain biquíni). A revista tinha o padrão e as matérias da Dragon Magazine gringa, as únicas matérias originais foram uma resenha do Mundos da Magia (do original Worlds of TSR), e sobre o próprio encontro, mas trazia o glamour da TSR nas ilustrações internas, capa e no belo pôster que acompanhava, com uma taverna no anverso. Na capa uma holografia de um dragão pra ajudar a chamar atenção, a linha toda segue neste mesmo padrão, indo ate o numero !4, ou seja, durou um pouco mais de um ano, foi o tempo que certamente a Abril Jovem levou pra perceber que não sabia o que fazer com o RPG.

Dragão Dourado era uma revista em quadrinhos que tinha dedicação ao RPG, produzida pela GSA que publicava os RPG’s Desafio dos Bandeirantes e Tagmar, com a IDD Miniaturas, empresa que copiava miniaturas de diversas outras empresas gringas como a Citatel, Ral Partha e Mithril, também se tornou um marco, pois alem da revista você ganhava uma miniatura de chumbo de um dos 5 heróis que protagonizavam as históriasem quadrinhos. Dizemque quem ainda tem os 5 heróis da “Era de Ouro” poderia hoje vende-los no E-Bay e abrir sua própria mega editora. Durou só 5 edições ou seja o suficiente para apresentar seu cast.

RolePlaying  teve os seus três primeiros números em tamanho formatinho, parecia um fanzine mal feito, na sua equipe editorial tinha muitos nomes conhecido da cena RPGistica carioca e como na minha opinião o pessoal do RPG mais antigo do país, era mesmo do Rio as matérias já focavam em RPG’s que sem se sonhava em ter traduzidos, o conteúdo era na base da resenha mas sobre tudo cinema, quadrinhos e cardgames. Era o titulo da Escala Editora, teve apenas 7 edições sendo as três primeira em formatinho e após um grande lapso (o suficiente para a galera do esquecer do formatinho) o numero 4 veio em formato revista e com nova equipe de editores.

 

RPG ARKHAN, também da Editora Escala, mais uma vez a galeria do rio na área, a Arkhan foi praticamente uma continuação da Roleplaying, em termos de tudo, tinha qualidades sem duvida, mas não passou do numero3.

A Grimorium também veio pela Editora Escala, a equipe, no entanto mudou, mas a formula continuava a mesma de outras revistas, resenhas, adaptações ( isso era muito popular quando a comunidade tinha apenas 3 ou 4 sistemas pra jogar), aventuras prontas. Nesta época também explodiu a internet (não como é hoje), mas já haviam terminados as BBS’s  e os grupos no Yahoo começavam a bombar!

SAGA outro titulo da Escala (sim ou alguém lá dentro jogava ou é inegável o poder de venda dos cariocas), tinha um visual de blog de terror, com muitas letras coloridas e colagens, boa parte da revista era uma historia em quadrinho, mas no geral não foi inovadora em nada, nem no numero de exemplares apenas 3 também.

D20 Saga era especializadaem no SistemaD20, veio na bolha da onda D20 era uma boa revista com matérias excelentes, boas ilustrações, bom papel, cheia de inovações  como por exemplo, vender por assinatura, e dar brindes como o útil Dicionário de Termos, que ajudava os iniciantes a se achar na nova onda do D20. Teve apenas 7 edições sendo a numero zero, mais seis revistas bimestrais. Quando acabou foi uma pena.

Omni RPG, esta é da casa, bem é daqui de Curitiba a equipe e editora, também teve os fatídicos três números e morreu, era toda preta e branco numa época que pedia- se cor, a formatação era de fanzine e não trazia ilustrações, mas era cheia de boa vontade, folheando o numero 1 achei uma foto do Guido Conti que é um colunistas aqui da nossa equipe.

Revista Quark, não era uma revista de RPG, mas foi dada de brinde em diversos encontros de RPG, pois tinha algumas matérias relacionadas, era uma revista de Trekkers e fãs de Star Wars, voltada para os fã-clubes, como em todas as suas 4 edições ela abordou matérias de RPG fica aqui como menção honrosa.

DragonSlayer  é a única revista impressa atualmente no mercado esta no com cerca de pouco mais de 35 números e sua periodicidade é e na verdade faz muito tempo que deixei de acompanhá-la, sua linha editorial é voltada para o cenário de Tormenta e outros produtos da Editora Jambo. http://www.jamboeditora.com.br/produtos/ds.htm

Mamute formatinho, toda em preto e branco, na verdade um fanzine chique, foi uma grata surpresa  quando eu a adquiri na RPGCON2010, pois não imaginava algo como o que encontrei, eu nunca vou (e volto) sozinho para os encontros de RPG e imaginem vocês a briga que foi para o meu grupo ler a revista toda durante a viagem de volta, amaneira acida com que as coisas são abordadas, fecham com chave de ouro a selecao das matérias, fico no aguardo da Mamute III, e acho uma pena que não sai pelo menos duas por ano!

Revista Chapters – revista online me chamou a atenção pela grande qualidade gráfica apresentada, alem é claro que ela não tem restrições sobre matérias, abortando tudo que envolve o cenários geek/nerd, RPG, Cardgames, boardgames tem matérias freqüentes em suas edições, não é a toa que eu me identifico tanto com esta revista, atualmente esta no numero 9 e pode ser obtida aqui: http://www.chapters.com.br/portal/

E em breve a RPG Vale estará lançando a já polemica Dungeon Magazine, que também será em formato digital (PDF) e estará a venda na Red Box. Saiba mais em http://www.dm.rpgvale.com.br/. Boa sorte para pessoal da Vale RPG.

Se eu deixei algo de fora foi por que nunca chegou nas minhas mãos, se alguém quiser complementar com algum titulo faltante eu agradeço sempre quaisquer colaboração ou critica, afinal sou humano ( ainda).

Anúncios
 
36 Comentários

Publicado por em 07/09/2011 em RPG

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

36 Respostas para “Revistas de RPG No Brasil – Relembrando!

  1. Jaime Daniel

    07/09/2011 at 11:07 AM

    Bela matéria, Caco! Mais duas coisas.

    1- A Dragon Magazine da Abril foi até o n°14

    2- Houve pelo menos duas outras publicações diferentes chamadas Dragon Magazine, uma publicada em 1994 e outra que saiu em 2007.

    abçs!

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 11:11 AM

      Obrigado Jaime,

      verdade vou arrumar lá!

      sobre estas publicações você teria algo mais concreto, capa, ou ate de preferencia as próprias? como eu escrevi no final eu tenho varias, mas imaginava que não teria todas!

       
  2. Fnord

    07/09/2011 at 11:52 AM

    Teve uma que nao lembro o nome, mas parecia voltada para 3d&t e o primeiro numero veio com o batman na capa. RPG Master, se nao me engano.

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 11:54 AM

      Dae Alexandre,

      Você tem como conseguir mais informações pra eu incluir no post!?

       
  3. Marcus Brisolla

    07/09/2011 at 12:06 PM

    Caco eu tenho as 14 edições aqui se quiser escaneio e te mando as capas! São todas excelentes com material que realmente vale a pena (pra quem gosta de D&D claro!). E os posteres são lindos daqueles que vale fazer um quadro!

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 12:17 PM

      Oi Marcus

      se for as edições da Dragon Magazine eu também tenho as 14, não sei por que lapso escrevi 13 la no artigo! 🙂

      To te Aguardando pra gente jogar Pirates of Spanish Main la no Dia D RPG!

      Abrax

       
  4. O Escocês Voador

    07/09/2011 at 12:18 PM

    Ahn, finalmente alguém se lembrou da Dragão Dourado. Eu ainda guardo em casa os poucos números da Dragão Brasil que comprei (nem sempre chegava na minha cidade) e a Universe of RPG (surrupiei de um amigo porquê gostava demais de Shadowrun). Mas comprei todos os 5 números da Dragão Dourado e ainda guardo carinhosamente as 5 miniaturas (a do paladino Gorbash e a do anão Baldur são as mais bem feitas, sem dúvida!).
    Infelizmente, acabei de olhar aqui no mercado livre e o preço mais alto que achei para as revistas + miniaturas foi 30 reais. Uma pena; não vou poder abrir minha própria editora…

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 12:23 PM

      Salve

      mas você não procurou os anúncios no site correto você tem que garimpar isso no E-Bay la é que as fortunas mudam de mão! Brincadeiras a parte realmente as miniaturas eram legais e eu também tenho as 5 ainda muito embora eu creio ter misturado o anão com outras!

       
  5. Talude

    07/09/2011 at 12:20 PM

    Faltou a Universo Fantástico do RPG que vinha com o sistema de RPG SiRIUS e era derivada da Universo Fantástico de Tolkien. Durou três edições, sendo que na primeira vinha uma adaptação d’O Hobbit.

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 12:24 PM

      Salve Talude

      alguma chance de escanear uma capa e escrever umas dua a três linhas pra gente completar o post?

       
  6. Talude

    07/09/2011 at 12:38 PM

    Eu de novo, a RPGMaster era o próprio Cassaro que fazia e era publciada pela Mythos. Durou duas edições.

     
  7. Talude

    07/09/2011 at 12:42 PM

    Achei na internet a capa:

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 12:59 PM

      Valews talude

      vou ver se garimpo alguma informação extra sobre as duas e já posto uma texto editado!

       
  8. Wallace

    07/09/2011 at 1:15 PM

    Fala Caco!

    Existiu uma revista de RPG antes dessas todas, chamada RPGmagazine, que tinha o Dragão Vermelho da RedBox do DnD também, era do Marcos Mulatinho, editor da The Universe of RPG da Ediouro, que aliás, teve também um segundo número, que tinha um Nasgûl na capa.

    Aliás, tanto a RPGmagazine quando a Dragão Dourado, eram anteriores a Dragão Brasil.

    Se vale revistas online, então é justo citar a fraca RPGmagazine do Thor.

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 1:32 PM

      Dae mestre Wallace

      pelo jeito vou ter que reescrever o posto mas estou gostando das colaborações pois é ainda mais rico que eu julgava pela minha pequena estante!

      vou colocar esta também na lista pra achar mais informações!

      e sim eu acabei esquecendo da RPGMagazine do Luis, mas vou adiciona-la!

       
  9. rsemente

    07/09/2011 at 2:12 PM

    Você esqueceu a revista Tormenta RPG, e de certa forma a Dragon Slayer tinha algumas matérias que tinham RPG.

     
    • cacorpg

      07/09/2011 at 6:33 PM

      Oi Rodrigo,

      se voce ler la no final do trecho da DB ira notar que eu sinalizeis a Só Aventuras e A revista Tormenta.

      A Holy Avenger foi deixada de fora propositalmente pois apesar de ter haver, o desenho original dela era de HQ, como varias outros Hq’s do Cassaro, que também eram ambientados em cenários de RPG e vice versa!

       
  10. rsemente

    07/09/2011 at 2:13 PM

    Ops, Dragon Slayer não, Holy Avenger, mas a segunda não merece entrar na lista propriamente dita.

     
  11. Thiago Fernandes (@xthiii)

    08/09/2011 at 1:06 AM

    Opa, bacana o post, cara. Me deu saudades de quando eu colecionava tudo quanto era revista de RPG e fins. hehe

    E obrigado por citar a Dungeon Magazine!

     
    • cacorpg

      08/09/2011 at 9:40 AM

      Obrigado,

      espero que a Dungeon Magazine venha com força e qualidade Thiago! ate lá desejamos boa sorte pra vocês!

      Caco

       
  12. FFenrirX

    09/09/2011 at 6:34 PM

    Puts! Que lista bacanuda! Aqui em Natal-RN, teve creio 2 ou 3 que não chegaram as nossas bancas, e era um trabalho árduo achar uma banca que vendesse esse tipo de Revista de Nincho. Parabens pelo artigo, gostei muito!

     
  13. Heder

    11/09/2011 at 1:14 AM

    Impressionante como a nossa história muitas vezes consegue ser MUITO mais rica do que imaginamos… 🙂

     
    • cacorpg

      11/09/2011 at 9:17 AM

      E quase sempre a gente deixa passar esses detalhes!

       
  14. thackbarth

    12/09/2011 at 3:53 PM

    A The Universe of RPG teve sim mais de uma edição, a capa da segunda edição era do RPG de Senhor dos Anéis que a ediouro estava lançando também.

     
    • cacorpg

      12/09/2011 at 4:00 PM

      Salve Tiago

      sim sim é verdade vou alterar no texto e ver se encontro com alguém a revista! Obrigado pelo comentário confirmando!

      Abrax
      Caco

       
  15. Gilson • RPG • Educação

    17/09/2011 at 3:29 PM

    Muito bacana. Parabéns! Saudosismo.

    Gilson

     
    • cacorpg

      18/09/2011 at 9:34 AM

      obrigado Gilson,

      O artigos esta em fase de revisão e ampliação em breve confira as mudanças!

       
  16. Vicente Tavares

    26/09/2011 at 5:58 PM

    Caco,
    Parabéns pelo texto e por levantar essas informações.
    A Dragão Dourado teve uma sexta edição em Julho de 1995 e esse último número não veio com a Miniatura.
    Teve ainda uma outra revista chamada Universo Fantástico Do Rpg que teve dois ou três números também.

     
    • cacorpg

      26/09/2011 at 8:59 PM

      Dae Vicente

      eu estou levantando todas as revistas que eu nao tenho pra adicionar ao post na versao 1.5 huahuahuahua essas duas ja estao na lista agora, mas pra escrever sobre elas eu preciso é por as maos ( ou os olhos) nessas belezinhas!

      abrax

      Caco

       
  17. Vicente Tavares

    11/10/2011 at 7:43 PM

    Eu tenho uma versao pdf da Dragão Dourado #6 (e procurando pra comprar a edição impressa). Se quiser posso te passar por email, basta me enviar um email.

     
  18. Welton Sousa Gouveia

    13/12/2011 at 2:01 PM

    Matéria maneiríssima!

    Mas fiquei com uma dúvida: A Beholder Cego não chegou a ter uma versão impressa, vendida lá na Jambô ou algo assim?

     
  19. avecchiArtur vecchi

    13/12/2011 at 2:54 PM

    Pra algumas dessas revistas eu cheguei a escrever. he he he

     
  20. Nerun

    01/09/2015 at 2:45 PM

    The Universe of RPG teve 3 números. Capas:

    #1

    #2

    #3

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: