RSS

Jack Vance – Biografia

12 out

John Holbrook Vance, Nascido em  28 de agosto de 1916 em São Francisco, Califórnia, é um autor de mistério, fantasia e ficção cientifica. Influenciou Gary Gygax e Dave Arneson quando estes escreviam o D&D, especialmente com os livros da série Dying Earth (da qual falarei mais detalhadamente adiante). Jack iniciou sua carreira de escritor profissional nos anos 40, antes disso teve uma vida relativamente dura, trabalhou em estaleiros e em várias outras tarefas  mais braçais. A obra de Vance é vasta, durante sua carreira usou inúmeros pseudônimos para  lançar livros em diferentes estilos literários, mas foi na fantasia e na ficção que ele fez sucesso. Ganhador de inúmeros prêmios como o Hugo Awards em 1963 pela obra The Dragon Masters e em 1967 pela obra The Last Castle,  esta também ganhou o Nébula Award em 1966, o Júpiter Award em 1975 e o World Fantasy Award em 1984. Em 2010 ele novamente foi agraciado com o Hugo Awards pelas suas memórias na obra This is Me, Jack Vance!.

Vance publicou inúmeras obras entre livros e artigos para revistas Pulp, todo este conteúdo foi  compilado em 45 volumes de edição limitada e capa dura intitulado  The Vance Integral Edition  com datas de Publicação de 1999 e 2006. Esse foi um trabalho realizado com ajuda de vários voluntários que desejavam compilar e resguardar a obra de  Vance.

Para o público brasileiro é possível que os mais antigos fãs de literatura de Ficção Cientifica e fantasia já tenham escutado algo sobre Vance. Certamente os fãs do D&D clássico já constataram as influências de Jack Vance sobre o sistema de magias, chamado inclusive de sistema Vanciano pelos designers de jogos. Tal sistema nada mais é que a particularidade de esquecer a magia lançada, até que se descanse algumas horas para re-memorizá-la.

Se você não lê em inglês ainda, não se desespere, a lista das obras em português não é tão pequena assim confira:

  • A agonia da terra
  • A máquina assassina
  • Detetive galáctico
  • Planeta duplo
  • Marune: Alastor 933
  • O palácio do amor
  • O homem sem rosto
  • O Planeta dos dragões
  • Star King: A Saga dos Príncipes-Demônios

Todas estas obras saíram em português e podem ser encontradas em vários sebos, os preços vão de R$ 4,00 a R$15,00, ou seja, vale o investimento de quem quiser conhecer um pouco mais. Apenas advirto que ler Jack Vance é como ler qualquer autor antigo, a linguagem literária não é fluida como nos autores modernos.

As influências literárias de Vance são vastas, ele passou sua infância em fazendas e tinha muito tempo para leitura e os principais eram Edgar Rice Burroughs (Tarzan dos Macacos) e Julio Verne (20,000 Léguas Submarinas e Viajem ao Centro da Terra), era fã das revistas Weird Tales e Amazing Stories, entre seus amigos pessoais figurava Frank Herbert (Duna).

A série Dying Earth, se passa num futuro distante da terra, num ponto onde o nosso sol está quase exaurido e prestes a desaparecer, a própria lua já não mais existe e a magia retornou como uma força dominante. Todas estas mudança fizeram com que várias das civilizações da terra entrassem em colapso e muitas simplesmente desapareceram. Agora os sobreviventes desta nova terra escura e fria precisam enfrentar diversos monstros que acordaram ou foram criados através da crescente magia. É neste mundo que o Cugel The Clever, ganhou forma e fama tornando-se um personagem icônico da literatura de Fantsia/ficção cientifica. Foram cinco livros:

  • The Dying Earth (Coleção de histórias interligadas, 1950)
  • The Eyes of the Overworld (novela, 1966)
  • Cugel’s Saga (novela, 1983)
  • Rhialto the Marvellous (Três histórias interligadas, 1984)
  • Tales of the Dying Earth (abrange a série toda compilada).

Michael Shea, outro autor de ficção contemporâneo a Vance, escreveu a novela A Quest for Simbilis que compartilha o mesmo mundo ficcional da série e trata-se de uma seqüência autorizada de  Eyes of the Overworld.

E Songs of the Dying Earth é um tributo antológico a serie Dying Earth, e foi editada por nada mais que George R. R. Martin e Gardner Dozois e publicada em 2009 pela Subterranean Press.

Sem esquecer que a série Dying Earth que tem sua linha própria de RPG lançado pela Pelgrane Press em 2001. A linha já conta com diversos suplementos, quem sabe a Retropunk não venha a se interessar por mais este titulo! Enquanto a não vem para o Brasil e as nossas lojas não tem interesse em comercializar livros de interesse mais especializado você pode baixar gratuitamente o Quick Star Rules na língua inglesa e mais alguns acessórios aqui: http://www.dyingearth.com/downloads.htm.

Game On!

Anúncios
 
14 Comentários

Publicado por em 12/10/2011 em Biografia, Literatura

 

Tags: , , , ,

14 Respostas para “Jack Vance – Biografia

  1. gilsonrocha

    13/10/2011 at 11:26 AM

    Interessante!

    Gilson

     
  2. dracobahamut

    13/10/2011 at 7:46 PM

    Opa ! O pai do sistema Vanciano ! A matéria tá muito boa. Obrigado mesmo !

     
    • cacorpg

      13/10/2011 at 11:10 PM

      Dae Herbert

      eu é que agradeço o elogio, e o Vance merece cada grão de sucesso, pena que é para poucos apreciadores ainda!

       
  3. Mal2000

    14/10/2011 at 9:04 AM

    Sou um grande fã de Jack Vance em geral, e de Dying Earth em particular. Tenho todos os livros da série, e também a antologia, excelente, por sinal. Também tenho o rpg, mas não sei se ´seria viável sua publicação no Brasil. Mas a gente sempre pode sonhar.
    Um detalhe interessante é que o sistema de magia em Dying Earth, em que os magos memorizam feitiços e os esquecem depois de lançá-los, influenciou diretamente o sistema original nas duas primeiras edições de D&D.

     
    • feliperecka

      14/10/2011 at 9:17 AM

      Cara, acho que nós, leitores, ainda somos um nicho pequeno, que dirá leitores de fantasia e ficção. Contudo, de novo no achismo, estamos crescendo, obras como “Batalha do Apocalipse” e “Dragões de Éter” estão aí para mostrar que a coisa pode vir a dar certo, isso sem falar nas “crônicas do gelo e fogo”. Eu tenho esperança que, em pouco tempo, teremos mais variedade nas prateleiras de nossas livrarias e mais importante em traduções dignas.
      Estou certo que divulgar a existência de obras como a do Vance é um modo de iniciar alguma coisa, resta agora é mostrar às editoras que existimos hehehe.
      Obrigado pela visita e volte sempre 😉

       
    • cacorpg

      14/10/2011 at 9:30 AM

      Ola Mal2000

      Sou um grande fã do Vance e também do Fritz Lieber, Michael Moorcock , edgard Rice Burroughs e mais alguns grandes autores que tem pequena exposição aqui no Brasil, como o Felipe já escreveu espero que os paradigmas venham a mudar um pouco para que nós tenhamos mais acesso a estes autores, e não vou dizer que todos são excelentes, mas deveríamos pelo menos ter a chance de poder achar que sim ou não!

      Tenho grande interesse no RPG do Dying Earth por que sou colecionador, e com isso sempre tenho vontade de saber como os autores e editores acabaram por interpretar a versão do livro tornando a um jogo! como não esta muito caro ele ira para minha lista de um futuro não muito distante, até lá se quiser nos presentear com uma resenha sobre, eu sei que gostaria muito! 🙂

      obrigado

       
  4. Mal2000

    14/10/2011 at 5:01 PM

    De fato, o gênero fantasia está crescendo muito no Brasil, e eu acredito que temos que agradecer a Harry Potter por isso, pois seu sucesso abriu os olhos das editoras nacionais para o potencial comercial da literatura fantástica.
    Eu gostaria muito de fazer uma resenha de Dying Earth Roleplaying Game prá vocês. Como é o procedimento? Tenho que me cadastrar no site?

     
    • cacorpg

      14/10/2011 at 5:43 PM

      Ola Mal2000

      você pode enviar a resenha para nosso email de contato : contato@eugostodejogar.com.br para que a nossa revisora de uma olhada e libere para publicação, então ela lhe enviara a versão final para que você mesmo publique!
      para isso basta fazer uma conta junto ao wordpress e seria bom uma junto ao gravatar ( que é quem gera as carinhas junto aos nome dos colaboradores) e é isso!

      ficaremos no aguardo da sua resenha e se houver interesse em escrever para o blog com frequência basto nos avisar para lhe enviarmos um termo com nossas regras.

      abrax e Game ON !

       
  5. Mal2000

    14/10/2011 at 10:05 PM

    Ok, vou preparar uma resenha e mandar.

    Abraço.

     
  6. luciopim

    17/10/2011 at 1:50 PM

    Uma curiosidade interessante é que o grande vilão do D&D clássico, Vecna, é um anagrama de Vance.

    Li alguns livros que sairam em português mas de ficção científica, como Planeta Duplo. Tenho bastante curiosidade de conhecer o Dying Earth. Parabéns pela matéria.

     
    • cacorpg

      17/10/2011 at 2:02 PM

      ola Lúcio

      não sabia sobre o anagrama, mas certamente os caras fizeram com a intenção de homenagear o escritor, obrigado por acrescentar este bit de conhecimento!

      a Serie Dying Earth vale apena!

      Caco

       
  7. cacorpg

    30/05/2013 at 12:55 AM

    Republicou isso em e comentado:

    Jack Vance faleceu em casa na noite de domingo, 26 de maio de 2013, pondo fim a uma vida longa, rica e produtiva.
    Amplamente reconhecido pela sua obra por fãs, família e os amigos também sabiam ser ele, possuidor de um grande coração, grande dedicação, sempre otimista e despretensioso cuja curiosidade, o senso de admiração e puro amor da vida foram uma inspiração para muitos. Autor, amigo, pai e avô – que nunca haverá outro como Jack Vance.

    Se você também era um fã com o eu, faça um brinde a ele e a sua memoria!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: