RSS

Séries 2011

18 out

Senhoras e Senhores.

Começou.

Há um mês, aproximadamente, iniciou a temporada de novas séries e episódios inéditos nos EUA.

Comentei abaixo algumas séries que estou acompanhando e lá no final, o que eu ainda quero acompanhar. Vamos ver se 2011/2012 teremos novidades boas pela frente.

Dexter vs Almirante Adama e Forest Gump Jr.

Dexter

Dexter

Cara, Dexter sempre é bom. Apesar da quinta temporada ter um clima mais pesado em função da morte que ocorreu de “você sabem quem” nas mãos do Trinity, a sexta temporada começa um ano e meio depois, com isso a lamentação, o mimimi e o chororô já quase não existem, voltam as questões existenciais e um novo enfoque, que, se bem explorado, promete muito. A Religião.

Já começaram a aparecer várias questões neste sentido nestes três primeiros episódios, como eu gosto do tema, esta temporada promete ser um prato cheio.

Ao que tudo indica, desta vez uma dupla serão os inímigos. O Professor James Gellar (Edward James Olmos) e Travis (Colin Hanks). Se você nunca viu Dexter, se mate, depois volte a procure pela primeira temporada. São 12 episódios muito bons. No começo, Dexter é um serial killer que mata Serial Killer, depois isto muda um pouco e ele passa a matar pessoas que a lei não conseguiu punir, meio Juiz Nicholas Marshall, mas sem ser galhofa. Ele é perito criminal especialista em sangue. Mas o que é mais legal nesta série, principalmente no começo, é que ele não tem sentimentos, mas para conseguir viver em sociedade ele tem que fingir seus sentimentos. Por várias e várias vezes durante os episódios você pensa “Cara, eu também já fiz isto”. São coisas que você nem nota, mas como é padrão na sociedade, você vai no embalo. Bom já falei demais, a série é boa. Recomendada.

Walking Dead

Waking Dead – 2º Temporada

A segunda temporada continua exatamente de onde parou a primeira, e se você quer saber o que o cara do CDC cochichou no ouvido do xerife, esquece. Rick, começa a falar sobre isto e já muda de assunto. Só passou o primeiro episódio até agora, um especial com mais de uma hora de duração. É impressionante a qualidade e o cuidado com que eles produzem cada episódio, ainda mais se tratando de uma série de TV e não de um filme. Muito disso se da em função do Diretor/Produtor da primeira temporara, Frank Dabont o cara simplismente dirigiu dois filmes ultra fodásticos, A espera de uma milagre e Um sonho de liberdade, este último é o filme com a maior nota no IMDB de todos os tempos.

No que deu para ver até aqui, ainda vale a máxima de tudo que é filme de Zumbi, o problema não são os Zumbis e sim seus colegas. Ao final do episódio também da para ver que vão entrar novos personagens. Apesar do susto que a AMC nos deu quando anunciou que Frank Darabont estava fora, o episódio de estréia da segunda temporada foi muito bom e a série continua promentendo!

House M.D.

House M.D. – O gato subiu no telhado

Disparado, a sétima temporada foi a pior de todas do House. Depois A FOX anuncia a saída da Cuddy. Agora a série começa com House no presídio e logo que sai, está sem a equipe e com uma assistente que tem o carisma de uma lesma. Olha se a coisa não melhorar muito, esta será a última temporada da série por que esta feia a coisa.

Este é aquele caso típico onde a série deve ser finalizada antes de desandar. Na medida do possível, LOST foi finalizada de maneira digna, no meio da terceira temporada os caras falaram, “Vai ter mais 3 temporadas e a coisa acaba”. Acho muito mais honesto isto do que o que estão fazendo com House e o que fizeram com Arquivo X.

Prefiro lembrar da espetacular 4 temporada (que não teve episódio ruim) e do primeiro episódio da 6 temporada (podia concorrer a oscar) do que a coisa arrastada que foi a sétima. Recomendo assistir até a 6 temporada, depois disso não vale mais a pena.

The Big Bang Theory

Big Bang Theory – Tão perdendo a mão.

Sempre falei para todo mundo que tinha peso na consciência de assistir Big Bang Theory, eu ria de todas as piadas, seja ela sobre Séries, quadrinhos, física, computação, filmes e jogos, afinal, eu sou um Nerd e esta é a minha zona de conforto. Porém isto aconteceu até a segunda/terceira temporada, depois disso os caras começaram com esta onda de querer arrumar namoradinha para todo mundo e a série está mais para tratar de relacionamento do que o universo Nerd. Nada contra ao tema de romance / relacionamento, mas por favor, tem um bilhão e meio de séries sobre isto, não queira fazer este o tema principal de BBT. O enfoque que eles davam no relacionamento do Leonard com a Penny na primeira temporada era o ideal, agora eles perderam a mão, Até o Raj já esta se dando bem. Todos os episódios da 5 temporada foram o mesmo enfoque, estou até vendo que daqui a pouco só vão falar do casamento do Howard. Se isto acontecer eu para de ver.

Breaking Bad – Melhor que Nunca

Breaking Bad

Pense em um anti-heroi foda. Se você já assistiu Breaking Bad, sabe que o nome deste cara é Walter White.

A cada temporada que passa esta série esta melhor, e a quarta temporada (que fechou domingo retrasado) não deixou nada a desejar.

Não quero dar Spoiler, e como sei que esta série não é muito popular, vou falar o básico, pode ler sem medo. Walter White é um Fudido, olha só a vida do cara. Ele tem seu 45/50 anos trabalha meio periodo como caixa em um lava car e meio periodo como professor de química no ensino médio, é casado, a esposa esta grávida e espera uma menina. Eles já tem um filho com paralisia cerebral. Para completar ele descobre que esta com câncer no Pulmão e vai morrer, Parece que não tem como piorar a vida do infeliz, mas tem, e muito. Para tentar deixar alguma renda para a família, nosso anti-herói começa a utilizar seus conhecimentos em química para “cozinhar” drogas. Aí meu amigo é o que diz o nome da série “Breaking Bad” que em português seria algo como a expressão “A coisa vai de mal a pior”. Recomendo com a mesma intensidade que recomendo Dexter. Mensão honrosa vai para o personagem Gustavo “Gus” Fring, que aparece na terceira e quarta temporada!

Two and Half Men – Como diria o Groo “Terão Errado”

Pode ser cedo para dizer, mas até agora eu assisti 4 episódio desta temporada, ri somente em um deles e por conta do Guri.

O primeiro e o segundo episódio o personagem principal continuava sendo o Charlie, mesmo sem aparecer, eles simplesmente não consegue se livrar do cara, parece uma assombração!

Mas deixando isto de lado o Alan não mudou nada, o Jake pouco apareceu e o Walden (Ashton Kutcher) ainda é um personagem que está sendo apresentado, e neste período esta muito chato.

O cara é uma Trilhardário, boa pinta com um Pin@#$ enorme! Porém ele tem a mentalidade de um piá (guri, menino, moleque para os não Curitibanos) de 13 anos e acabou de tomar um pé na bunda de sua namorada. Pronto, ele é apresentado assim na série. Enquanto o Charlie era um canalha que passava a régua geral, o Walden também passa a régua, mas sendo ingênuo. Não da para começar a comparar com o que era antes. Espero que os produtores e roteiristas acertem a mão com o decorrer da série, pois caso contrário, esta é outra que paro de ver.

True Blood – Outra série que conseguiram arruinar.

True Blood

Como a temporada já acabou aqui tem um pouco de Spoilers. Esta temporada tinha tudo para ser épica, os vampiros iriam enfrentar bruxas necromantes, tem um trailer onde aparece a tia do Harry Potter dando um nó no vampiro, quando vi isto pensei “Vai ser foda”. Doce ilusão. Esta temporada estava muito mais para Crepúsculo do que para a primeira temporada de TrueBlood. Eles ferraram o personagem mais bacanudo da série, o Eric, transformaram o cara em um panaca, todo mundo fez o que quis com ele quase toda a temporada. Por três episódios completos, basicamente ele e a Sookie ficaram se agarrando. Pura encheção de linguiça. Por várias vezes quando parecia que a série iria entrar nos eixos, voltava tudo. Até o Lafaiete, que é outro personagem que eu gosto muito, estava chato pra burro, a única coisa que salvou nesta temporada, foi o gancho do último episódio para a quinta temporada. Teoricamente promete. Teoricamente.

Agora só comentando uma coisa que eu ví que o Shingos deu um RT do Gus Lanzetta

“Gente que zoa Twilight e depois corre pra baixar legenda de True Blood, tamos de olho.”

Na boa, True Blood é infinitamente superior, aqui quando tudo tá horrível, tem pelo menos peitinhos 🙂 Vocês não querem comparar a Anna Paquin e a Deborah Ann Woll com a picolé de xuxu Kristen Stewart, esta guria é mais sem graça que dançar com mãe!

New Girl

New Girl – 1º Temporada

Pronto, para não falarem que eu sou um ogro insensível, vamos a uma série fofinha. Já assistiu 500 dias com ela? Se não, morra novamente. Pegue o filme, e assista com sua namorada, se não tem namorada, chama alguma menina e faz tua moral meu filho, o filme é ótimo. Se você, que esta lendo, for menina, este é um ótimo filme para você introduzir seu namorado troll no mundo das comédias românticas. Fiz todo este rodeio para dizer que a atriz principal do filme é a mesma desta série, a Zooey Deschanel. O mote da série é o seguinte, nossa heroína flagra o namorado com outra, ela termina tudo e vai em busca de um apartamento para dividir. A Zooey vai atrás de um anúncio de jornal e acaba dividindo o apartamento com 3 caras. Este é o ponto da série, um cara se acha o garanhão, o outro ainda não se recuperou de um relacionamento e o terceiro acaba de voltar para casa dos amigos. Eles vão ter que conviver com uma mulher e todos seus “problemas”.

Eu gostei bastante dos três primeiros episódios. Vale a pena acompanhar, ainda mais que esta é a primeira temporada. Vai lá, assiste com a patroa e depois do primeiro episódio você vai se sentir compelido a assisitir novamente “Dirty Dancing”

Free Agents

Free Agents – Se você tem menos de 25 anos nem tente assistir

Quando li a biografia do Tim Maia (livro altamente recomendado), descobri que ele tinha razão em uma coisa. Ele diz que você tem que ter alguma experiência, algum sofrimento para entender melhor as coisas. Em resumo, Você tem que se Ferrar para conseguir rir disto depois. Free Agents, ao lado de Californication, é a prova disso, é uma série excelente, muito, mas muito engraçada, mas eu acho que só aproveita bem esta série quem é mais velho. Foram três episódios até agora e um melhor que o outro. Vamos tirar o chapéu para o senhor Hank Azaria, o cara por trás das vozes de vários personagens dos simpsons. Ele já fez vários filmes (Queridinhos da América e Smurfs), foi namorado da Phoebe (Friends), e aqui ele é o ator principal. O cara tem tem cancha, o cara tem tarimba, manda muito bem, convence como um homem de meia idade, recém separado que tem um relacionamento totalmente indefinido com uma colega de trabalho. Ele se envolve em cada situação que você até sente uma vergonha alheia por ele. A versão original desta série é da terra da Rainha, ainda pretendo ver para fazer uma comparação!

Person of Interest – Quando Ben Linus encontra Jesus Cristo

Person of Interest

Vamos lá, para mais uma que esta estreando.

Esta série é daquelas que você começa a ver por conta do histórico dos produtores. Para começar, ela produzida por J.J.Abrams, o pai de Lost, ALIAS, entre outras. A ideia também é legal. Um Supercomputador que rastreia e monitora informações para tentar prevenir ataques de grande porte (pós 11 de setembro), mas que deixa passar informações referente a ataques e problemas menores. Estas informações são coletadas por Harold Finch (Michel Emerson) e repassadas a John Reese (Jim Caviezel) para que ele possa dar um jeito na situação. Ainda esta no começo, tem tudo para dar certo, mas esta é a série que você precisa assistir uns 6 ou 7 episódios para saber se gostou ou não. A título de comparação, na primeira temporada de Heroes, eu só peguei gosto no episódio 6 e isto durou até o penúltimo episódio da primeira temporada. Vamos ver se com mais uns 3 capítulos a história maior começa a aparecer a coisa fica mais interessante!

Alphas – A continuação de Heroes … NOTAlphas

Como foi bem lembrado pelo Caco nos comentário, eu ainda não fechei toda a temporada, mas assisti 6 capítulos desta série, onde o tema é pessoas especias com superpoderes.

Com esta descrição o que você pensa de bate-pronto. “Continuação de Heroes”. Errado pequeno padawan. Apesar de ser o mesmo tema o enfoque é outro, aqui as coisas são menos megalomaníacas. Estas pessoas ficam sob a tutela de uma psicologo e prestam serviço para o agentes do FBI. Exatamente por isto a série fica interessante, os personagens são frágeis, não tem nenhum “Sylar” aqui. Um destaque especial vai para o personagem Gary Bell (Ryan Cartwright) ele tem o poder de ler ondas eletromagnéticas, mas isto não vem ao caso, o bacana é que ele é meio autista, o guri da um show de interpretação, é altamente convincente seu papel.

A série estreou em mid season, com isso somente houve 11 episódios, não vi nada sobre renovação, mas no IMDB já tem o link para a segunda temporada, somente aguardando as datas de ir ao ar. Para não ficar em cima do muro na inevitável comparação. Até onde assisti, achei esta primeira temporada, inferior à primeira temporada de Heroes, mas superior a todas as outras.

Bom, basicamente é isto, ainda tenho outra séries que quero assistir este ano, só estou esperando estrearem ou chegar janeiro, quando acontece o intervalo das séries principais. são eles:

That´s all folks
 
10 Comentários

Publicado por em 18/10/2011 em Séries

 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

10 Respostas para “Séries 2011

  1. cacorpg

    18/10/2011 at 10:49 AM

    Gostei do apanhado Hugão, mas acho que faltou um paragrafozinho sobre Alphas. por que é novo e o conteúdo tem muito haver com o restante do post. e Fringe que tava muito bom quando eu parei de ver!

    e alem da Dica da Luiza American Horror History tem tambem o Terra Nova que me lembrou demais Dinotopia!

     
    • Hugo

      18/10/2011 at 10:53 AM

      Caco, é verdade, faltou Alphas, e o pior é que eu assisti, gostei e não comentei. Hoje a noite eu atualizo o post e incluo esta série.

       
  2. Luisa Montenegro

    18/10/2011 at 10:50 AM

    Ótimo post!

    E concordo em gênero, número e grau sobre True Blood! Sempre falei mal, dai nessas férias durante a “seca” de séries, resolvi assistir.

    Acabei gostando e acompanhei a terceira à medida que foi lançada. Tive vontade de dar um tiro naquele Eric bobalhão-12-anos “sookie, posso tocar nos seus peitos?”

    Puta encheção de saco e linguiça!

    Enfim, desabafos a parte, recomendo tb a série “American Horror Story”. Tem só 2 episódios, mas tá bem legal!

     
    • Hugo

      18/10/2011 at 10:58 AM

      É verdade Luisa. Ver o Eric daquele jeito foi deprimente, ainda mais depois do potencial que tem o personagem, se você viu as três primeiras temporadas e conhece a história do cara, sabe que ele é disparado o melhor personagem. Vamos ver como ele volta para a quinta temporada!

       
  3. Oreste Dumas Rocha

    18/10/2011 at 12:51 PM

    eu ate gostei de true blood, sei que teve muita encheção de saco sim, mas no apanhado geral achei bom.

    Sobre Waking Dead, pra quem curte ver um pouco mais existem seis episodios de web que contam a historia de um personagem que so aparece no primeiro episodio da 1o temporada. Eu assisti e achei bem legal. recomendo

    Falto Fringe mesmo. to assistindo a nova temporada e to achando muito boa.

    abraços

     
    • Hugo

      18/10/2011 at 12:56 PM

      Oreste, Cara, eu assisti até a segunda metada de Finge, e estava gostando muito. Tenho que retomar de onde parei. Esta série é o que mais se aproxima do Saudoso Arquivo X. Em janeiro eu coloco as Temporadas em dia! Abraço.

       
  4. Marina Massaneiro

    18/10/2011 at 9:31 PM

    Oi, Hugo!

    Adorei o seu post sobre séries! Todas as que vejo com meu namorado acho boas só pelo fato de estarmos assisitindo juntos, mas concordo que House já não é mais a mesma coisa… BBT me apetece muito mesmo falando de relacionamentos na maior parte do tempo – afinal, sou mulherzinha e penso como tal! New Girl e Free Agents são “bem ótimas” também! Agora, estou contigo em gênero, número e grau: quem nunca assistiu ao Dexter tem que morrer, ressucitar e tratar de recuperar o tempo perdido! Que séria boa!!! Adooooro!!!

    Abs! Keep up with the good work!

     
    • Marina Massaneiro

      18/10/2011 at 9:34 PM

      Ops!
      Ressucitar = RESSUSCITAR
      Assisitindo = ASSISTINDO

       
    • Hugo

      18/10/2011 at 9:52 PM

      Nossa, que surpresa um comentário seu aqui no mundo dos Nerds! 🙂
      Muito obrigado pelo elogio, quando fizer outros posts fora do mundos dos jogos te aviso.
      Beijo.

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: