RSS

Flames of War No VI Curitiba Lúdica – DROPS

03 nov

Boa Noite,

Enquanto aguardamos um reporte do VI Curitiba Lúdica para este blog (não pude comparecer por forças maiores) nós lhe trazemos um legítima invasão! Os jogadores de Flames of War, que também jogam boardgames e RPG e Videogames (é a galera aqui é muito forte) invadiram o evento da Confraria Lúdica Internacional e montaram lá uma mesona de FoW. Confiram o primeiro reporte de batalha aqui do nosso Blog, é algo bem comum nos fóruns, e estamos estreando aqui o formato! Espero que gostem, aguardo os seus comentários para saber se este tipo de postagem é interessante para comunidade de jogos

Foi uma partida de 1500 pontos para cada lado

VALENTINA/ NEY : FALLSCHIRMJAGER COMPANY x SOAR/MÜLLER : INFANTARY COMPANY

DANIEL LIRA : consultoria tática para o lado alemão / e geral para as regras de jogo.

Valentina (sentada), Rafael Soar (esq.) Ney (centro) e Danie Lira (dir.)

VITÓRIA :   EMPATE definido pelo cenário

MISSÃO : britânicos devem tomar aeródromo, partem da ponta oposta da mesa e têm a iniciativa, alemães dominam toda a sua metade da mesa e iniciam em posições protegidas, com 2 pelotões emboscando e metade da força na reserva.

Os veteranos da  companhia de infantaria britânica receberam a dura missão de tomar e destruir o pequeno aeródromo nas proximidades de Lisieux, norte da França.

Chegaram ao amanhecer, um vento cortante e úmido do outono precoce fustigava o rosto dos fuzileiros sob o comando do Major Taylor Swiftt.

A força foi dividida em 2 partes, responsável pelo flanco direito o Capitão Paul Newman foi a pé conduzindo o pelotão de infantaria e um pelotão de  blindados, os caçadores de tanque M10 Wolverine; do lado esquerdo Taylor comandava o restante da companhia, um pelotão de infantaria, outro de blindados Churchill e um pelotão de transportadores Carrier montado com metralhadoras pesadas e pequenos canhões.

a)

Newman entrou com seus homens pela estrada principal da vila devastada pelos pelas semanas de luta, os caçadores de tanque rumorejando e trepidando se afastavam na vanguarda quando tudo começou.

Um ribombar surdo se fez ouvir vindo lá da frente nas imediações do aeródromo, por trás do bosquete de carvalhos que ladeava a pista, e então o silvo aterrorizante das bombas se aproximando vertiginosamente avisou-os do que estava prestes a acontecer.

Os gritos de Newman para que seus homens se protegessem foram amortecidos pelo estrondo violento das bombas caindo e explodindo ao redor. O pelotão se dispersou numa confusão louca de homens se atirando ao chão e buscando abrigo nas ruínas enquanto a chuva de explosivos revolvia tudo ao redor. Não demorou para que homens aterrorizados vissem pedaços de seus companheiros voarem em todas as direções.

O bombardeio foi intenso e mortal, bombas  de calibres diversos, obuses de 105mm, granadas de morteiro pesado, o martelar incessante e ensurdecedor transformou tudo num pandemônio, quando finalmente o ataque cessou, e agora se podia ouvir o lamento dos feridos e o estertor dos moribundos, o pelotão foi dizimado sobrando somente um grupo de combate operacional e um operador de anti-tanque PIAT.

Newman estava morto e os sobreviventes fixados naquele lugar fatídico.

b)

No flanco oposto o inimigo foi avistado,  identificaram os observadores avançados da artilharia e lá no fundo do campo um ameaçador e solitário  tanque pesado Tigre, próximo as casas que serviam de controle do aeródromo.

Os  tanques churchill entraram por um bosque no extremo direito do campo, manobraram entre as árvores e dispararam contra os observadores, estes estavam abrigados em trincheiras individuais e eram difíceis de atingir.

Os observadores agora orientaram o fogo da artilharia para o bosque, e as granadas não demoraram a cair no local, o chão tremeu, galhos e terra eram arremessados para o ar, mas não conseguiram destruir os tanques que tinham forte blindagem no topo. Porém uma tripulação excessivamente alarmada chegou a abandonar um dos veículos e procurar abrigo nas imediações.

Uma emboscada inimiga se revelou prematuramente e um pelotão de morteiros 80mm começou a fazer disparos contra tudo que se movesse.

Taylor a bordo de um jeep enviou ordens enérgicas e o pelotão de transportadores carrier mudou de direção contornando um pequeno grupo de árvores no centro do campo de batalha. Afastando-se do extremo direito em direção ao centro e procurando melhor posição de fogo para neutralizar os observadores ao mesmo tempo em que se mantinha oculto da visão do blindado alemão.

O pelotão de infantaria informado do revés do outro pelotão na vila agora avançava vagarosamente com cautela extrema entre as hastes maduras da plantação de centeio.

Um ataque aéreo britânico com dois Hurricanes chegou atrasado mas consegui destruir uma peça da artilharia inimiga na retaguarda e botar toda a bateria em pânico.

Os blindados M10 no lado direito avançaram contornando a igreja de pedra e entraram no mato alto que havia ali, devido as fortes chuvas dos dias anteriores o solo estava encharcado e não demorou para quem um dos veículos ficasse detido nas reentrancias do terreno.

c)

Os alemães das posições avançadas clamavam por reforços, mas estes estavam demorando pra chegar, porém tiveram o reforço providencial de uma seção de canhões leves sem recuo da companhia paraquedista  que tomou posição no bosque a frente da bateria de artilharia, a guarnição dos canhões posicionou-os na orla do bosque escondidos entre as árvores e empilharam sacos de areia na frente formando uma barreira de proteção contra o fogo inimigo.

Os canhões tinham alcance curto e não puderam fazer mais do que parecer uma nova ameaça ao avanço inimigo , tornando-se em breve alvo destes.

Os Carriers agora arrumaram um alvo decente, com todos os veículos devidamente posicionados, não desperdiçaram seu grande volume de fogo leve nos observadores mas sim nos canhões leves, o fogo foi efetivo e as baixas no lado alemão logo se fizeram sentir.

 

Os churchil continuaram recebendo e resistindo  ao fogo da artilharia, um dos veículos avançou no interior do bosque e botou pra correr os observadores que abandonaram correndo os abrigos individuais sob fogo de metralha.

O pessoal da vanguarda britânica bradaram com felicidade a passagem de nova surtida dos caças hurricane que fizeram novas baixas na artilharia inimiga, mas as chances de novas surtidas diminuiam cada vez mais e a companhia sabia que não poderia esperar muito deo suporte aéreo.

 

No lado inimigo, o pesado tigre agora tinha alvos validos, girou lentamente a torre em direção a igreja e o capinzal e abriu fogo contra os wolverines semi-ocultos na vegetação, mas o atirador não era um ás de tanque e começou a errar todos os tiros.

Os Wolverines revidaram, e com melhor pontaria conseguiram impactar o tanque alemão, que chacoalhou e tremeu resistindo aos impactos, mas a sua tripulação ficou alarmada no interior do mesmo.

O pelotão de infantaria no flanco esquerdo continuava rastejando na plantação….

Os alemães receberam reforços significativos quando um pelotão completo de metralhadoras pesadas , mg42, chegou por trás das casas de controle, sem tardar tomaram posições nos andares superiores das casas.

O combate agora ia a pleno, volutas de fumaça se erguiam dos canos fumegantes dos blindados em todas as direções, galhos e terra levantavam do bombardeio alemão nos bosques, e os morteiros 80mm fustigavam os transportadores blindados britanicos que tinham algumas tripulações colocadas em panico.

Taylor não teve tempo de corrigí-los, passou voando com o jipe de comando em direção a vila. Chegando lá, reuniu os homens remanescentes em condições de lutar e tencionou avançar  corajosamente em direção as posições avançadas do flanco direito inimigo, mas deteve-se quando percebeu que na torre da igreja haviam 2 observadores alemães do pelotão de morteiros ali posicionados.

O último grupo de combate do pelotão aproximou-se e atirou granadas pela porta. No que elas explodiram os homens avançaram para o interior, tiros de lee enfield soaram e como resposta uma rajada de submetralhadora alemã. Novos tiros e nova rajada e em breve saiu somente um soldado inglês, ferido no braço, ele relatou a Taylor que os alemães estavam abrigados na nave do coral numa posição elevada e muito bem protegida, Taylor concluiu que era inútil tentar desalojá-los de lá com somente aqueles poucos homens estropiados, recuou desolado para as ruinas da vila tão logo verificou que os alemães voltaram a visar a área com artilharia, pelo menos agora era somente fogo dos 80mm.

Ele mandou um comando pelo rádio que viria a lamentar depois, os wolverines receberam ordens de calar os morteiros que estavam na sua frente no outro lado da sebe, e um dos veículos avançou impetuosamente assaltando a posição, conseguiu sucesso na empreitada mas se expos ao fogo inimigo, recebeu fortes impactos dos canhões sem recuo que estavam no bosque, resistiu bem aos impactos mas sua tripulação ficou abalada.

 

d)

Os últimos reforços  alemães chegaram tarde para entrar em combate, pelotões de infantaria fallschirmjager mal iniciaram o avanço quando um dos wolverines explodiu em chamas.

Taylor ordenou a seus homens que recuassem, os alemães não tiveram muito o que comemorar pois sabiam que o aeródromo não resistiria a próxima investida que deveria vir com mais força no dia posterior….

Pelo final do dia os últimos Stukas decolaram para não mais voltar, o alto comando ordenara o abandono do lugar e o recuo para posições mais defensáveis a retaguarda.

DADOS TÉCNICOS :

foi uma partida excelente, sem polêmicas desnecessárias, sem jogadores inflamados, o jogo fluiu bem, o combate foi intenso e violento. Em suma uma partida para se recordar em ambos os lados e garantia de prazer para todo mundo.

Parabéns a todos os participantes, que demonstraram total camaradagem equilibrio e entusiasmo !

O bombardeio inicial alemão foi devastador para o pelotão de infantaria no lado direito, controlado por Müller, e a jogada mais significativa dos alemães.

Do lado inglês os meia lagartas carrier foram o ponto alto, manobrando taticamente e despejando saraivadas de balas onde se fazia necessário.

A grande bobagem do jogo foi o avanço de um dos M10 para afugentar os morteiros estacionados junto a um dos objetivos, coisa minha que sempre gosto de fazer uma ou duas grandes besteiras em cada partida.

Digno de nota foi a resistência dos churchills ao bombardeio inimigo e a má pontaria do tigre alemão, que depois percebi esqueceu de rolar sua habilidade de ÁS de tigre.

E digno de nota também foi o sucesso dos observadores alemães na igreja que repeliram um assalto inimigo estando em menor número.

Mais uma vez o EU GOSTO DE JOGAR somente tem a agradecer ao Müller por contribuir com este excelente relato, que ele seja o primeiro de muitos! Obrigados a todos!

Anúncios
 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: