RSS

Sandman The Dream Hunters – Resenha

12 dez

Bom dia Leitores,

Hoje vou escrever um pouco sobre quadrinhos. Já tem um tempo que quero adicionar essa vertente inspiradora no blog mas me faltava jeito de escrever sobre algo que está em constante movimento. Contudo, hoje, com a versão em português de Sandman The Dream Hunters –  Sandman Os  Caçadores de Sonhos – em mãos vou matar essa vontade e espero que seja algo útil a vocês como foi pra mim!

Primeiramente eu adoro folclore, independente da nacionalidade. Sempre achei que o folclore oriental muito mais próximo do imaginário que tenho do mundo das fábulas. Dentre todos os personagens que tenho admirado em fábulas (Esopo e La Fontaine) a sempre esperta raposa é aquela que carrega um imaginário comum em todas as partes do mundo.

Vamos a resenha! Cuidado com uma pitada de Spoilers. Infelizmente não tenho como deixar de fora para poder lhes trazer a história, mesmo assim serei parcimonioso. Este belo conto de amor se inicia quando um texugo e uma raposa apostam a retirada de um monge de um pequeno templo na encosta da montanha, para terem amais um local de habitação sem a interferência humana. Depois de várias tentativas falhas diante da acuidade do monge, desistem mas a raposa se apaixona pelo monge e passa a frequentar o local. Durante uma dae suas andanças ela descobre que o homem mal está tramando para que o monge morra e decide intervir.

Para fazer isso ela precisa impedir que o monge complete as três partes de um mesmo sonho. Ao final deste o monge morreria. Ela então recorre ao “Sonhar” para salvear seu amado. O desenrolar da historia é simplista e previsível, ela realmente consegue impedir num primeiro momento, existe uma reviravolta e a conclusão com uma excelente pitada de vingança.

Ok, mas então, onde esta a graça nesta história? Qualquer leitor de Neil Gaiman, em especial de Sandman e os eternos, saberá que, por mais previsível que seja um desfecho, ele jamais será simples. É simplesmente adorável como a historia vai e volta e todos seus pontos são bem Interligados.

Gostei das versões orientais de Sandman e Caim e Abel. Gostei ainda mais de saber que grande parte das Ilustrações que inspiraram os personagem foram feitas pelo artista japonês Yoshitaka Amano, quando este resolveu ilustrae um conto homônimo, escrito pelo Gaiman, mas pediu que não fosse no formato da arte sequencial. A adaptação para quadrinhos foi feita por ninguem menos que P. Craig Russel, o mesmo que Ilustrou Sandman Ramadam e inúmeros outros excelentes trabalhos.

A edição  Brasileira pela Panini Books, também está de parabéns e não deixa a desejar em nada em comparação com a mini serie em capítulos publicada originalmente. Capa dura, papel de boa qualidade e sem dúvidas um bom trabalho na tradução dos textos. Inclusão das capas e comentários dos autores. Recomendo para vocês conhecerem e quem sabe adicionarem alguns elementos desta história na sua próxima campanha ou aventura de L5R ou do RPG oriental de sua preferência!

Abrax e Obrigado!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 12/12/2011 em Quadrinhos

 

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: