RSS

Jogos velhos da melhor qualidade!

19 jun

Tenha em mente que não é qualidade gráfica que torna um jogo bom e memorável, o que mais importa é a diversão proporcionada! Relembre ou conheça alguns jogos para MSX!
por Hugo Fernando

 

Senhoras e Senhores.

O primeiro computador que eu tive foi um MSX da Gradiente, ganhei lá no final dos anos 80 e ele tinha absurdos 64k de memória. Nos primeiros meses usei para aprender a programar em B.A.S.I.C., como não entedia nada do que estava fazendo em pouco tempo comprei um data corder a partir deste momento o equipamento se tornou o meu novo vídeo game!

Foi uma maravilha, um novo universo se abriu! Enquanto no telejogo e no Atari a maioria dos jogos eram infinitos (ou alguém viu o fim de PacMan, Frostbite, Seaquest, Megamania, Enduro, etc), no MSX, os jogos tinham uma história, um objetivo e o que mais me marcou, eles introduziram, para mim, o conceito de chefe de fase!

No Atari eu quebrava os controles jogando Dechatlon, no MSX eu quebrei o teclado jogando Olympic Games I e II e Hyper Sports I e II. Os cartuchos Penguim Adventure, Road Fighter, Yie Ar Kung Fu, foram alguns que eu joguei a exaustão!

Agora o que me tirava os sono eram os jogos nas fitas cassete! Sabe o barulho que todo mundo associa com um modem de 14k4, pois bem, aquilo não era novidade, o barulho para carregar um jogo do gravador de cassete era muito parecido! Eu tinha que acertar o ponto do jogo na fita, digitar o famigerado: BLOADCAS:”,R, apertar o enter sincronizado com o play e torcer para o jogo carregar. Se tudo desse certo em 7 a 10 minutos (depende o tamanho do jogo) a felicidade estava garantida!

Bom chega de história e vamos a informação importante do post! Neste domingo bateu a sessão nostalgia e eu resolvi procurar um emulador do MSX para carregar a rom do jogo do Rambo. Achei algo muito melhor, o site Vizzed, além de ter muitos títulos antigos, já emula todos os jogos diretamente no seu navegador, não é necessário um DosBOX, emulador, Stella, nem nada. Basta ter o java atualizado que a mágica já acontece!

Como disse na chamada do post, é óbvio e claro que os gráficos não são o ponto forte do jogo, a imagem ao lado é a tela de abertura do jogo do rambo, o que hoje a piazada considera uma paint brush mal feito na époco explodiu a minha cabeça, para mim era quase uma foto de tão perfeita! A questão chave é que os jogos eram muito divertidos!  Assista a um vídeo da jogabilidade do jogo do Stallone.

OK o cara fecha o jogo em 8 minutos, eu levei uns dois dias para fechar a primeira vez. Não tinha o traquejo da coisa estava desenvolvendo a habilidade de jogar :-)!

Para acessar estas pérolas é muito fácil, entre no site: www.vizzed.com e clique em Retro Game Room, ali  

aparecerá várias plataformas que você pode jogar (tem muito console antigo também), no nosso caso marque a opção MSX e agora é só procurar o nome do jogo, como sugestão, tenho alguns:

  • Batman;
  • Fred Hardest;
  • King´s Valley;
  • Double Dragon;
  • Knightmare;
  • Wonder Boy;
  • Magical Kid Wiz;

Qualquer jogo da Konami também é uma ótima pedida e pode garantir horas de diversão!

No vídeo abaixo você assiste um gameplay do jogo do Batman, acredite, eu chorava vendo estes gráficos. Lembre-se, tinha como padrão máximo de qualidade Pitfall II do Atari, quando vi o jogo em perspectiva isométrica fiquei louco!

E isto gente, espero que vocês se divirtam matando saudade ou conhecendo a velharia que me levou a me apaixonar pelos mundo dos jogos eletrônicos!

That´s all Folks.
Twitter
FaceBook 

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 19/06/2012 em Vídeo Game

 

Tags: , , , , ,

2 Respostas para “Jogos velhos da melhor qualidade!

  1. Kiko Orlando

    19/06/2012 at 12:44 PM

    Carregar jogo pelo datacorder ninguém merecia, mas era o que tínhamos de tecnologia. Mais tarde lançaram um drive externo pra disquete, mas esse eu não comprei. Enquanto eu não descobri que tinha que ajustar o tal do AZIMUTE do cabeçote do datacorder, perdia muito tempo tentando carregar os jogos. Depois que aprendi foi só alegria. Pra quem veio de um TK-85, o MSX foi um mundo novo onde eu tinha que digitar os comandos ao invés de apertar as teclas multifunção. Me lembro até hoje eu perguntando pro vendedor que estava demonstrando o MSX antes de eu comprar: “Onde está a tecla PRINT?” kkkkk. Se sou desenvolvedor de sistemas hoje com ctza devo muito da minha paixão pela programação ao aprendizado que tive no MSX e sua linguagem BASIC. Que legal esse post Hugo, ganhei a semana. Grande abraço.

     
  2. gledson camara souza

    01/10/2012 at 11:53 PM

    nossa

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: