RSS

Série de Suplementos de Pathfinder – Blood of the Night

10 jan

A série Blood of… já rendeu bons suplementos com os Tieflings e os Aasimares. Mas com os Vampiros a Paizo gera decepções…

por Guido Conti

capa

Olá meus caros. Geralmente minhas resenhas são dedicadas àqueles produtos que, na minha opinião, valem o seu rico dinheirinho, ou no mínimo, cito para que vocês saibam que ao menos existe aquele produto. Os produtos que me desagradam em demasia prefiro não comentar. Mas, ás vezes surgem aqueles produtos que não posso deixar de comentar pela sua, digamos… incompletude.

O suplemento apresenta o modelo apresentado no Knights of Inner Sea (um suplemento que já não achei tão legal) ao invés daquele modelo dos livros Blood of the Angels e Blood of the Fiends. Embora, claro, o suplemento fale razoavelmente dos “meio-vampiros” ele não cobre a contento a ideia que estava chamando a atenção para o livro que era a promessa de expor os vampiros de fato como raça jogável.

É claro, não estou dizendo que somente este aspecto é que era o foco do livro, mas o que se esperava era uma exposição prática pronta para uso em mesa das mecânicas que interessariam aos jogadores. Inclusive dos próprios vampiros, já que uma das propostas do suplemento é a expansão da descrição das criaturas para permitir uma maior jogabilidade das mesmas.

Jiang-Shi

Os livro já começa na primeira página dando os stat blocks da raça Dhampir (ok, então se voce não tem o Advanced Races Guide, agora voce já tem as regras para jogar com Dhampirs e isso é bacana). Após alguns preocupantes índices passamos para a parte que descreve finalmente os vampiros… São citadas as espécies (baseadas no cenário de Golarion do Pathfinder), que são 4: Moroi (o vampiro aristocrata europeu), Nosferatu (aqui, um vampiro com a maldição de estar apodrecendo constantemente), Vetala (um vampiro que se alimenta das memórias de suas vítimas) e Jiang-Shi (um vampiro renascido dos mortos com um objetivo específico que o prende à sua imortalidade), fala-se de seu conceito geral, um pouco de suas características e capacidades físicas, desejos, segredos, roles (já voltamos à isso), dois vampire race traits por raça e… só.

Aí começa minha birra com o suplemento. Como assim?! Na minha opinião, ao contrário dos Tieflings e os Aasimares, cujos os ascendentes são na ordem de dezenas (uma coisa que o fato de não incluírem eles foi compensado com várias outras coisas), os vampiros usam 4 templates só (na verdade, só um, com pequenas modificações). O que custa copiar e colar dos outros livros aqui para facilidade dos jogadores/mestres? Não precisava ser tudo, só as regras. Além disso obrigam voce a comprar os seguintes livros para que voce possa ver como os stat blocks são praticamente iguais:  Bestiary 3 (Jiang-Shi), Bestiary (Moroi), Adventure Path #8 vampire(Nosferatu; esse é o pior, a Paizo quer que você compre uma das adventure path do Curse of the Crimson Throne, o Seven Days to the Grave para que você saiba que a regra do Nosferatu é praticamente igual à dos outros vampiros) e o Pathfinder Campaign Setting: Inner Sea Bestiary (Vetala)Uma coisa que eu costumo valorizar é o tratamento justo do cliente partindo do pressuposto que ele acabou de comprar apenas o livro básico e todas as informações que não constarem neste livro lhe serão passadas. A Paizo costuma seguir essa regra, mas não citar que o livro necessita dos livros citados acima na oferta do site é deslealdade com o cliente. Aqui e lá. O consumidor pagou pra ter as regras de como jogar com vampiro, pô. Leia a propaganda aqui.

Meu segundo bife com a Paizo é a insistência nestes roles. Roles são sugestões de como construir certos conceitos… exceto que as sugestões se resumem a um mini-parágrafo com uma rápida descrição do que é o conceito e umas sugestões de feats, arquéipos e traits… e só. Sequer avançando além do primeiro nível. No Knights of the Inner Sea fizeram o mesmo, mas tiveram a bondade de ainda incluir os arquétipos para a nova regra de escudeiros (que, adquiridos num feat próprio, são um tipo especial superbacana de cohort), regras para montarias especiais (tipo Grifos) adquiridos via feat de Liderança, novas ordens de cavaleiro em adição às do Advanced Players Guide (as novas são Order of the Land, Order of the Penitent e Order of the Staff; todas bem legais) e a regra dos códigos cavaleirescos (que funcionam mais ou menos como os votos dos monks).

Em Blood of the Night não tem nada disso. Temos alguns feats para vampiros, feats para caçadores, uns nove roles sugeridos para caçadores (a parte de caçadores de vampiros é sofrível) e uns 2 feats para Dhampirs. A parte que é legal é a curtíssima descrição dos Dhampirs relativos a cada espécie de vampiro (como eles fizeram nos outros Blood of...). Temos a descrição de algumas novas magias, itens mágicos vampiros, etc… Ah sim, também tem uma regra para sofrer a “fome dos vampiros”, mas de novo, cadê a regra dos vampiros? Infelizmente essas coisas não tiram a sensação que o livro é bem incompleto.

Fica o toque galera. Abraços e bom final de semana!

Anúncios
 
7 Comentários

Publicado por em 10/01/2013 em RPG

 

Tags: , , , , , , , , , , ,

7 Respostas para “Série de Suplementos de Pathfinder – Blood of the Night

  1. Fábio Silva

    11/01/2013 at 12:18 PM

    Uma boa pedida, vai entrar na minha lista de aquisições para 2013.

     
  2. dracobahamut

    11/01/2013 at 9:53 PM

    Adorei a resenha, ainda não li esse livro, mas só um detalhe. Quanto a critica sobre a Paizo forçar alguem a comprar os livros … Voce sabe que a maioria das estatísticas das criaturas é licença aberta e ficam rapidamente disponiveis no http://paizo.com/pathfinderRPG/prd/ ou no http://www.d20pfsrd.com/ , não sabe ?

     
  3. guidoconti

    12/01/2013 at 11:27 AM

    Oi Dracobahamut,

    Eu sabia, mas o problema é que não há a obrigação formal da Paizo dispor os stats blocks nos sites resguardando os direitos do cliente. Como a propaganda vincula o produto e gera uma obrigação formal (uma promessa, por assim dizer) relativa ao valor pago, visualiza-se neste caso um descumprimento desta obrigação pelo produto não cumprir a promessa feita à coletividade (o publico-alvo).

    Eu sou fã da Paizo e tudo mais (pra mim o céu seria se eles adquirissem a licença do D&D da Wizards of the Coast), mas neste caso aqui acho que eles se descuidaram um pouquinho. Como quem lê os livros deles gosta muito da empresa, não acho que alguém vá tomar alguma uma atitude quanto a isso. Mas poderia.

    Abraço e sucesso meu caro!

     
  4. dracobahamut

    12/01/2013 at 1:20 PM

    Não há obrigação formal, mas grande parte da imagem empresaria da empresa é baseada no fato de que eles sim o fazem. Eles mesmos afirmam em fóruns de que porque a maioria das regras é acesssivel online, permitem que eles criem livros que referenciem uns aos outros sem precisar repetir material (tipo, citar um monstro do Bestiary 2 em uma aventura sem fornecer a ficha do mesmo). Eles avisaram que iriam fazer isso na época do Bestiary 2 e como isso foi bem aceito, eles tem aumentado bastante a prática. Isso é incomodo para nós brasileiros que não temos um acesso a nuvem tão corriqueiro, mas não é como se eles estivessem enganando seu publico. (Tanto é que por causa disso eu sempre fui meio desperançoso de uma versão brasileira do Pathfinder.)

    Um abraço e sucesso para voce tambem . Apareça lá na nossa comunidade do Pathfinder RPG Brasil no facebook para altas discussões 🙂

     
  5. Dominus

    07/05/2013 at 7:27 AM

    Nice post. I learn something new and challenging on blogs I stumbleupon every day. It’s always interesting to read through content from other writers and use a little something from other websites.

     
    • guidoconti

      07/05/2013 at 9:56 AM

      Hi Dominus,

      Thank you for the compliment. Please, come back anytime.

      Cheers!!

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: