RSS

GUERRA DE BRINQUEDO – jogando muito wargame de tabuleiro

12 jan

por HerrMiller


1

Férias e algum tempo ocioso para jogar durante a semana, com um parceiro específico a disposição e especializado em wargames de tabuleiro, encaramos vários jogos em duas sessões :
RED POPPIES – jogo hexagonos e contadores com uma proposta de simplicidade, ambientado na primeira guerra mundial, que jogamos as últimas duas partidas das 8 que vieram na caixa.
COMMAND & COLORS – ANCIENTS – ambientado nas GUERRAS PÚNICAS ( Roma X Cartago ) , jogo de hexagonos com BLOCOS ( blocos de madeira com adesivos representando as unidades ) , dirigido por cartas, simples mas consistente com as guerras antigas e muito emocionante, um excelente jogo para introduzir alguém interessado nos jogos de guerra, com muita diversão.
Jogamos duas partidas , das 10 ou 12 que o manual apresenta.
E por último um jogo que o parceiro recebeu gratuito em uma revista, um tipico HEXAGONOS E MARCADORES, do tipo bem clássico mesmo, a nível operacional ou estratégico, que mostra uma batalha de grandes proporções, neste aqui cada marcador representava um corpo de exército, que são formações bastante grandes ( reunião de várias divisões, cada divisões pode ter 10.000 , até 30.000 homens ! )
A partida demonstrava o teatro de operações da ofensiva sovietica que varreu os alemães da bielo russia, só que no jogo os soviéticos perderam pelo atraso no avanço.
O resultado das batalhas eu reuni em um conjunto de relatos, que podem ser acompanhados a seguir, pule para o final de cada um em DADOS TÉCNICOS se quiser ler somente algo que pode te dizer algo a respeito do jogo e te inspirar ou não a conhecer o mesmo.

0

08/01/13

RED POPPIES cenário 7
GUSTAVO – Franceses
MÜLLER – Alemães

Quase finalizando a campanha Red Poppies, os franceses juntam uma força enorme em blindados para atravessar o campo destruído da terra de ninguém e tomar a cidade do lado inimigo.O poderoso canhão 77mm alemão começa a disparar tão logo percebe os monstros de metal rangendo e fumegando na fina bruma da manhã.No flanco esquerdo os franceses avançam com a infantaria e no centro metade da força em tanques, que são os primeiros a sofrerem baixas, não obstante toda a ala avança inexoravelmente sob fogo cerrado, no flanco oposto o grupo de metralhadoras recebe ordens para se deslocar para o setor oposto após algumas tentativas fracassadas de deter o avanço dos blindados naquele lado que avança com mais segurança.

O combate recrudesce quando os franceses encostam nas trincheiras do lado esquerdo, mas o assalto da infantaria fracassa com muitas baixas, o canhão continua disparando enquanto os tanques inimigos envolvem a posição, no flanco oposto as metralhadoras são paralisadas pelo fogo dos blindados que iniciam a tomada da cidade, também as metralhadoras francesas começam a atuar lá do outro lado do campo, as balas zunem sobre as guarnições alemãs.

A despeito de todos os esforços franceses as baixas dos veículos são intensas, e os pelotões blindados recuam, a investida fracassa e os alemães comemoram nas suas trincheiras.
VITÓRIA GERMÂNICA.

DSC06269 DSC06283

08/01/13
RED POPPIES cenário 8
GUSTAVO – INGLESES
MÜLLER – ALEMÃES

Em Flers os alemães iniciam o ataque ao intrincado sistema de trincheiras dos britânicos.Sob fogo de metralhadora e morteiro as unidades de assalto, recentemente criadas avançam com celeridade, o inimigo é pego de surpresa pela violência da investida, os alemães não mantém formação, se espalham e avançam com baionetas caladas abrigados nas próprias trincheiras do inimigo….A guarnição de metralhadora britânica detém o avanço da primeira onda de assalto, mas o ímpeto e a moral elevada dos atacantes coloca a arma em silêncio na segunda onda.Os alemães agora se dividem e um grupo avança contra o morteiro no fundo, logo o fogo de artilharia movel ingles cessa, enquanto isto o restante dos infantes trava um encarniçado combate corporal com granadas de mão e baioneta, as baixas são violentas para ambos os lados, somente um pelotão de cada lado sobrevive, na neblina de guerra que se levanta os ingleses resolvem recuar para tentar pegar os alemães em campo aberto no seu avanço, mas a tropa de elite germanica é mais rápida e consegue desviar seguindo sempre pelas trincheiras, quando os ingleses se dão conta de que o inimigo vai ultrapassa-los e envolve-los já é tarde demais, os alemães conseguem o avanço esperado e dominam o sistema de trincheiras do inimigo aguardando os reforços divisionais que chegarão no final do dia.Fim da nossa campanha pessoal de RED POPPIES, todos os cenários foram jogados na sequência criada pelo autor do jogo, as batalhas foram sempre muito divertidas e intensas,   combates sangrentos tiveram lugares em meio a decisões difíceis, o resultado final dos combates foi de 6 x 2 para as forças das POTÊNCIAS CENTRAIS ( lado germanico ) .

DSC06284

COMMAND & COLORS – ANCIENTS
08/01/13
GUSTAVO – ROMANOS
MÜLLER – CARTAGINESES
BATALHA DE CANNAE -216 BC

As tropas auxiliares  no flanco esquerdo lideradas por Varro iniciam a marcha para o combate, os Cartagineses lançam suam cavalaria ligeira no flanco oposto seguidas por uma unidade de lanceiros pesados, devido ao efeito surpresa e a velocidade conseguem entrar fundo no flanco inimigo, o general do setor se desloca entre as unidades fazendo um belo trabalho de comando.No flanco oposto os auxiliares lançam azagaias no inimigo enquanto as formações de legionários no centro engajam contra as tropas auxiliares cartaginesas.

Os bárbaros gauleses a soldo cartagines se lançam ao ataque com seu costumeiro ímpeto e frenesi, que arrefece tão logo ocorrem as primeiras baixas.
Agora todo o campo de batalha pulula de atividade, combates se travam aqui e ali, e poeira se levantam ofuscando a paisagem enquanto os brados dos homens em combate e o tinir das armas e escudos se espalha no campo.
Os Cartagineses conseguem um nítida vantagem, estão prestes a quebrar a resistência do inimigo, mas os romanos não estão dispostos a entregar a batalha tão fácil, depois que a unidade de Varros é aniquilada e ele foge sozinho e a pé, apavorado para o fundo do campo, quando tudo parece perdido, eis que o brilhantismo de um general secundário trás a salvação para o exército romano e a honra para o estado.
Este comandante lidera uma coorte de infantaria média, muito bem treinada e disciplinada que avança inexoravelmente pelo centro e provoca baixas amargas nos cartagineses, a linha se torna tênue no lado esquerdo dos legionários, o inimigo tenta manobrar para sair do perigo, espadas e lanças cortam e perfuram,  unidades se empurram, uma unidade quase batida de auxiliares consegue recuar em boa ordem a tempo, mas os guerreiros pesados de Cartago operando em falange não tem a mesma sorte, os claros na sua formação não resistem ao impacto severo dos romanos e a unidade se desintegra.
Isto divide as forças de Haníbal em duas, de um lado o flanco direito com a cavalaria ligeira fica isolado e tende a recuar desesperadamente para não ser envolvido pelos romanos e aniquilado, de outro o restante do exército não tem ímpeto para coordenar uma defesa e antes que tudo se desintegre Haníbal ordena o toque de retirada.
VITÓRIA ROMANA.

DSC06296

DSC06298

DADOS TÉCNICOS :historicamente foi uma batalha em que 70.000 romanos foram batidos por 40.000 cartagineses, devido a imcompetencia do seu general, Varrus, que ordenou um avanço maciço da parte central e foi envolvido pela cavalaria cartaginesa.E de fato na partida os Cartagineses acharam que iriam ganhar, a vitória escorregou das mãos umas boas duas vezes antes de num piscar de olhos os romanos conquistarem os dois banners que lhes definiram a vitória.Foi uma partida intensa,  uma das duas maiores até agora, muito emocionante e gratificante, e o C&C-ANCIENT comprovou mais uma vez que além de um wargame leve e muito divertido, também é muito consistente e apresenta um alto nível de desafio e alta rejogabilidade,  sem dúvida e incomparavelmente é muito acima dos outros jogos da série COMMAND & COLORS ( MEMOIR44 , BATTLE CRY, NAPOLEON ) 


COMMAND & COLORS – ANCIENT
08/01/13
GUSTAVO – ROMANOS
MÜLLER – CARTAGINESES
BATALHA DE DERTOSA – 215 BC

O sol esturricava a planície pedregosa e o ar se distorcia em ondas de calor, os homens suavam em bicas dentro das armaduras quando finalmente o exército romano partiu para cima dos homens de Aníbal.A resposta Cartaginesa foi o envio dos temíveis paquidermes de combate que avançaram assustando a cavalaria inimiga naquele setor, no alto dos monstros arqueiros e lanceiros atiravam sobre o inimigo atordoado.Entretanto o ímpeto do exército romano se tornou insuportável, as disciplinadas legiões do centro  avançaram em uníssono e  chegaram fatiando e cortando, trombando contra o inimigo que foi rompido e empurrado para trás ao longo de toda a linha, a batalha atingiu seu apogeu com os romanos tomando toda a frente da linha no centro.

A cavalaria Cartaginesa estava recuada demais no flanco direito e não se envolveu no combate.
No flanco esquerdo os elefantes seguravam a posição apoiados por uma falange de hoplitas.
Com o avançar do combate os  Cartagineses estavam prestes a perder, divididos em 3 setores, com o centro recuando desesperadamente cedendo terreno ao inimigo para não romper, mas então o flanco esquerdo de cartago que estava isolado e avançado começou a investir por trás da vanguarda romana promovendo algumas baixas significativas, de repente toda a linha Romana central se fragmentou , e os combates se tornaram pontuais e isolados, ainda com os Romanos segurando as posições e martelando sobre o inimigo, mas os Cartagineses conseguiram um equilíbrio delicado que não iria durar muito, a salvação para eles veio com o bom uso do elefantes, quando a última unidade já alquebrada dos paquidermes avançou em desabalada carreira lá no fundo da linha da retuguarda no lado esquerdo e trombando contra uma unidade de infantaria média de hastati conseguiu destruí-la o que instaurou pânico nas unidades adjacentes que começaram a fugir, os Romanos isolados no centro não tiveram remédio senão recuar lutando e em boa ordem para não serem massacrados.

VITÓRIA DOS CARTAGINESES.

DSC06308o dedo do adversário  aponta para onde os ELEFANTES atuaram.

DSC06312

DADOS TÉCNICOS :Esta partida foi o contrário da outra, historicamente os romanos venceram, e no jogo iniciaram muito bem, formando uma linha agressiva no centro muito bonita e ameaçadora, com o bom uso de algumas cartas de comando, os cartagineses responderam a altura e conseguiram romper esta linha, mas estavam seriamente ameaçados, então com poucas cartas de comando mas muita sorte os elefantes sobreviventes avançaram e golpearam o coração do inimigo.Foi uma partida emocionante e tão divertida quanto a anterior.Bom que C&C ANCIENTS trás uma porção de cenários, além de mais alguns extras que se consegue  na internet e na TRUCELESS WAR, com batalhas da guerra civil.E se voce quer mais e diferente, pode adquirir algumas das várias EXPANSÕES, que trazem povos diversos ao combate.Caco vai emprestar a sua expansão para continuarmos a brincadeira após esgotarmos o que temos por aqui não é mesmo ?

A PERDA DO EXÉRCITO DO CENTRO

08/01/13
GUSTAVO – ALEMÃES
MÜLLER –  SOVIÉTICOS

Os soviéticos iniciam o ataque ao  ao redor do foco central designado para a Operação Bragation, onde o inimigo recua as tropas avançam para ocupar posições, a artilharia soviética martela o inimigo impiedosamente ao longo de toda a linha, os carros e a infantaria avançam, atacam com ferocidade apoiados pela aviação de caça.Os alemães tentam resistir como podem, mas os soviéticos mantém a iniciativa, recebem reforços que são posicionados no outro lado do canal finlandês, próximos a Helsinki, continuam a golpear o inimigo que começa a ver o número de baixas aumentar vertiginosamente, Minsk sai das mãos dos alemães e outras cidades importantes.

Ao longo dos dias, com os terríveis combates , a linha vermelha que designa os corpos de exército soviético avançam sobre a área de fortificações germanicas, a linha negra germanica vai se tornando pontos, e inumeras unidades vao sendo retiradas do mapa.
Apesar do furor e sucesso da investida russa, a travessia do canal da finlandia atrasa as tropas, e na região da ucrania os soviéticos estacionam por um tempo demasiado, no passar dos dias as imensas formações de infantaria e blindados começam a avançar por todo o território bielo russo , mas o exército vermelho começa a perceber que perdeu tempo demais martelando o inimigo na linha de frente.
Agora as unidades soviéticas disparam para o interior, tomando as cidades menores e avançado pelo território, o suporte de aviação diminui, e os alemães começam a receber reforços pelo litoral do mar Báltico.
Um bolsão  soviético se faz tentando atingir Riga, os soviéticos agora estão com problema graves de abastecimento, sua linha de suprimentos esta muito esticada, as tropas que atrasaram demais na ucrania não conseguem mais avançar e tomar pontos chave, os germanicos não precisam atacar, somente fortalecem posições, o ponto central do sucesso para os soviéticos torna-se a cidade portuaria de RIGA, os soviéticos cercam a cidade com tropas poderosas, verdadeiros banho de sangue tem lugar para a tentativa de tomada da cidade,  mas finalmente os alemães tem condições de partir para a ofensiva, e começam a martelar os soviéticos que tentam a todo custo entrar na cidade…..
As baixas do exército vermelho são pesadas, as formações ficam paralisadas .
No interior os paraquedistas alemães aterrisam para retomar cidades menores das maõs do inimigo, o tempo urge, artilharia daqui e dali satura as áreas de manobra e ataque, a situação é tensa, e com o passar dos dias a vitória fácil e esmagadora que os soviéticos pensavam ter lhe escapa das mãos!
Os germanicos ficam satisfeitos quando veem que os esforços inimigos não chegaram a lhe partir a espinha dorsal apesar dos ferimentos e perdas que lhes foram infligidos…..

VITÓRIA GERMANICA

DSC06316

DSC06340

DADOS TÉCNICOS :

Um jogo que veio gratuito em uma revista!
De cenário único e que o Gustavo jogou pela segunda vez, e mais, o jogo é realmente MUITO BOM, então o jogo já deu mais lucro que o esperado, e foi um ótimo brinde da revista.
Sobre o jogo é um típico e clássico wargame de HEXAGONOS E CONTADORES, com aquelas indefectiveis tabelas de resolução de combate, que pula colunas para frente ou para trás conforme as vantagens ou desvantagens, por exemplo usar o suporte aéreo que trazia  uma coluna de vantagem para os soviéticos e foram fartamente usadas.
Os soviéticos iniciam arrasando com os germanicos, só que não podem ficar só nisto, tem que avançar no território para assegurar os pontos de vitória tomando posições importantes, e realmente eu não me atrasei muito, o suficiente para perder!
Tivesse eu deslocado umas duas unidades mais a frente e provavelmente teria ganho,  dos 31 pontos para assegurar a vitória acho que cheguei a ter 29,  reforços que eu coloquei na area da finlandia eu devia ter posto na da ucrania, e dali partido para o interior.
O jogo foi tenso lá na frente, mas foi muito emocionante para ambos os jogadores, com os germanicos tendo que segurar as pontas até a ultima rodada, e os soviéticos desesperadamente e sempre por um triz quase cavando os pontinhos finais que o levariam a vitória.
Realmente um belo presente da revista.


Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 12/01/2013 em Geral

 

Uma resposta para “GUERRA DE BRINQUEDO – jogando muito wargame de tabuleiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: