RSS

DROPS literários : BOUDICA ( volume I – Águia )

19 jan

por HerrMiller

Boudica

BOUDICA  a rainha dos Icenos, uma das tribos Celtas que habitavam as ilhas britânicas, fomentou uma das mais violentas revoltas contra o império Romano pelos idos dos anos 60 da Era Comum ( d.c.)
O historiador romano Dião Cássio diz isto sobre Boudicca :

“Boadiceia era alta, terrível de olhar e abençoada com uma voz poderosa. Uma cascata de cabelos vermelhos alcançava seus joelhos; usava um colar dourado composto de ornamentos, uma veste multicolorida e sobre esta um casaco grosso preso por um broche. Carregava uma lança comprida para assustar todos os que lhe deitassem os olhos.”

Mand Scott escritora escocesa lança uma série em 4 volumes a respeito da Rainha Guerreira dos Icenos….

Boudicca_large

Leitura típica para mim, mais um romance histórico para o acervo mental, a única peculiaridade é que o livro desta vez não foi adquirido em sebo ou promoção, é novo e foi pago o preço usual da banca.
O que achei do primeiro volume da Boudica de Manda Scott :

Até a primeira metade o clima do livro me lembrou da obra de Jean Auel, Os Filhos Da Terra, com sua personagem AYLA – A FILHA DAS CAVERNAS ( ambientado no ano 30.000 antes da era comum ! ) , porque a vida dos Celtas nas primeiras décadas do primeiro milênio era mesmo tribal, e nisto a autora foi magistral na descrição.
Na metade do livro, veio uma parte que eu especialmente não gostei, a jovem Boudica vai para um lugar onde são treinados videntes e guerreiros de todas as tribos celtas da ilha (e  eram muitas, icenos, brigantes, trinovantes, coritânios, atrebates, ortovices, e mais ), apesar da autora manter a densidade da narrativa, ali a coisa toda para mim adquiriu ares de alguma escola HarryPotter hardcore, hehe, mas é coisa que talvez não vá desagradar a muitos, pelo contrário, e calma que não estou dizendo que eles sairam voando em vassouras ou portando varinhas mágicas, é que jovens eram especialmente escolhidos de tribos diversas e iam para MONA, para tornarem-se videntes, ou guerreiros dedicados a divindade, Boudica acabou indo pela senda guerreira, e ocorreram provas ao final do treinamento onde ela foi escolhida como A GUERREIRA de Mona….   não sei, aqui a autora realmente forçou a imaginação, como eu sou muito chegado no ‘histórico’ do romance, achei que ela enfiou o pé na lama nesta parte.
Mas pulando isto veio então a parte ‘Romana’ da história, que ficou relativamente boa, e no final os combates entre as tribos Celtas e as legiões de Roma no reinado efemero de Cláudio ( pós Calígula e pré Nero ) , esta parte dos combates foi muito legal, bem descrito e muito emocionante.

Permeia a história a magia, principalmente na forma das ‘visões’ que os celtas tinham, mas isto não vem com nenhuma conotação de realidade de fato, e sim como a crença coletiva ou pessoal puramente, sem ‘efeitos especiais’ digamos assim.

Posso dizer que BOUDICA é um bom livro, a autora é competente, mas não é nada que tenha me deslumbrado, ou mesmo cativado como obras em série de outros autores modernos, eu seguramente preferia que Boudica fosse uma obra de um só volume, e acho que até ajudaria na consistencia histórica do romance, se vou ler os demais vai depender de encontra-los em ofertas muito vantajosas pelos sebos ou nas lojas, mas ainda assim eu recomendo o livro para quem gosta de romances históricos grandes e de autores modernos ( Bernard Cornwel, Conn Igulden, Valerio Massimo Manfredi, entre outros ).
Abaixo alguns paralelos:
Se você já leu AYLA e gostou , também vai gostar de Boudicca.
Se você já leu AS BRUMAS DE AVALON, também vai encontrar alguns paralelos entre eles, especificamente no que concerne ao folclore e a magia impregnando o ambiente histórico antigo por ali.
Se você já leu AS CRÔNICAS DE ARTHUR e gostou, pode ser que seja um leitor com tino para este daqui.

boudicca

 

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 19/01/2013 em Geral

 

Uma resposta para “DROPS literários : BOUDICA ( volume I – Águia )

  1. Caroline Jacão Badolato

    15/08/2014 at 9:57 PM

    Olha, eu te respeito se por acaso não gostou de Crepúsculo, mas falar que ele é uma porcaria e uma história mal feita é porque ainda não deve ter lido. É um mundo maravilhoso, cheio de romance, e as pessoa querem ver sangue, mas uma história diferente é melhor. Vampiros maus e que sugam sangue são clichês demais… Precisamos renovar nosso gosto por coisas diferentes. É só uma dica que lhe dou!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: