RSS

Livro “Mass Effect: Retribution” – Resenha

08 abr

Chegamos ao terceiro livro da série Mass Effect, o último escrito por Drew Karpyshyn, o roteirista líder do jogo de xbox e playstation. A menos que você já tenha lido e gostados dos últimos dois títulos Revelation e Ascention já resenhados aqui no blog, provavelmente há pouca razão para você ler este terceiro capítulo chamado Retribution.

Eu gostei dos dois primeiros livros; Revelation apresentou grande quantidade de material de background para série Mass Effect, já o Ascention contribuiu com a história do segundo jogo. Retribution parece mais semelhante ao Apocalipse, com serviço de fã menos impressionante e bases mais intrigante.

A história começa com Paul Grayson, ex-agente Cerberus, viciado em drogas e pai de Gillian (personagem com poderes biótico em Ascention), sendo capturado por seu antigo empregador. Como visto anteriormente ele não deixou Cerberus no melhor dos termos e o Illusive Man foi a caçá-lo. Nesse meio tempo a sempre presente Kahlee Sanders desenvolveu uma “queda”por Grayson, no momento em que ela descobre sobre o desaparecimento de Grayson ela recruta seu velho conhecido Capitão Anderson para ajudá-la.

Paul Grayson após ter sido cobaia da Cerberus

Tendo recuperado parte da tecnologia Reaper de doutrinação na base de dados dos collectors durante os eventos de Mass Effect 2, o Illusive Man pretende  de testá-los em alguns seres humanos. Uma vez que a Cerberus captura Grayson, llusive Man aprova sua doutrinação.

Como você pode imaginar, as coisas não vão bem.

Durante o processo de doutrinação de Grayson a narrativa toma uma perspectiva de primeira pessoa, estas sequências são bem escritas e fornecem um quadro muito claro sobre o que realmente é a doutrinação. Podemos até simpatizar um poico com Saren do primeiro Mass Effect.

Algo que eu ainda não consegui desvendar é como funciona a cabeça do Illusive Man. Há alguns capítulos escritos a partir de sua perspectiva, na maioria das vezes eles parecem apenas distração. Ouvir seus pensamentos sobre o tabagismo, doutrinação e bebidas não ajudam muito a construir a personagem, e isso me fez diminuir o interesse em torno dele. Ele édeve ser chamado de Illusive Man por uma razão.

Illusive Man

A maior parte do livro segue Grayson ou Kahlee, ou as pessoas que os perseguem. Ária de Omega faz algumas aparições e é impossível ler suas partes sem ouvi-las na voz de Carrie-Anne Moss. A estação Omega é bem retratada, mas a maior parte do livro se passa a bordo de naves espaciais.

Retribution é um livro sólido, mas não é, infelizmente, um bom ponto de partida se você é novo para a série de livros. Ler sobre o processo de doutrinação Reaper é muito interessante, mas fora isso não há conteúdo suficiente de novo a acrescentar ao universo de Mass Effect. Se os romances anteriores te prenderam a atenção então Retribution é uma leitura obrigatória, mas este livro por si só, novamente, não tem força suficiente começar fazer você ler a série.

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 08/04/2013 em Geral, Vídeo Game

 

Tags: , , ,

Uma resposta para “Livro “Mass Effect: Retribution” – Resenha

  1. juliano cesar de oliveira

    11/06/2014 at 7:50 PM

    Meus parabéns! Amei a maneira que vc usou para se expressar, me fez se interessar pelo livro….mas vc já leu o livro reverso… se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: