RSS

Os ridículos calotes nas lojas de boardgames

19 abr

A falta de ética de alguns prejudica uma comunidade inteira.

Atualmente estou com um problema com uma compra em uma loja de boards – fiz o pedido, não o recebi, e estou tentando ganhar o reembolso. Suponho que a empresa enviou com o endereço errado (isso já aconteceu com um camarada meu quando comprou desta loja – como o nome da rua era longo, os últimos dígitos do número da casa não saíram na impressão da etiqueta), ou que aconteceu alguma confusão nos correios (embora eu duvide muito – já comprei algumas centenas de produtos na internet e creio que a fama dos correios brasileiros serem incompetentes é parcialmente infundada – jamais tive problemas).

Conheço pessoas que foram lesadas em suas compras de maneiras mais variadas – jogos faltando, danificados, ou terem pago por encomenda rápida e o produto ser enviado por encomenda lenta. Em todos os casos, enfrentamos conjuntamente uma enorme desconfiança aos nossos problemas: foi preciso muita troca de e-mails e chateação até a empresa entender que é necessário encontrar um termo justo a todos (pelo menos um reembolso parcial). Alguns amigos sequer receberam coisa alguma de volta e saíram no prejuízo.

A razão por essa dificuldade, essa desconfiança das lojas, é muito em razão da má fama que os brasileiros tem – e que, parece, é pelo menos parcialmente justificada.

Não creio que os brasileiros sejam um pouco por natureza corrupto – longe disso – ou mesmo que sejam um povo mais safado que a média. Já vi inúmeros vendedores que se recusavam a enviar produtos para países como Itália, Argentina, Rússia, qualquer país da África ou Ásia, mas que não tinham problema algum com o Brasil.

Porém, é inegável que existem caloteiros aqui como em todo lugar, e que, vivendo nós em um país grande, o número será maior de brasileiros caloteiros do que de, digamos, argentinos caloteiros (embora, e que fique bem claro isso, que proporcionalmente seria igual – também seríamos o país com maior número de bons compradores).

O que acontece? Parece que entender a mente do salafrário não é tão difícil. Talvez ele sinta que deve ter uma recompensa por algum fator menor – digamos, uma encomenda atrasada. Às vezes uma vingancinha boba pode justificar qualquer ação imoral. Ou pode acontecer da pessoa ser inerentemente maldosa (ou estúpida, visto que uma maldade trivial assim é de fato estupidez): ela sabe que pode enganar a empresa e assim o faz para ter como “lucro” alguns jogos a mais na coleção.

Fico pensando se essas pessoas não percebem o mal que causam fazendo isso. Em primeiro plano, há certamente o dano moral que a pessoa está causando em si mesmo. Mas sobre isso não adianta dizer: essas pessoas não terão remorsos, ou uma consciência moral suficientemente evoluída para se culparem pelo caso. Talvez elas nem mesmo percebam que são corruptas e que lhes faltam coisas como bom-senso, vergonha e noção de propriedade.

Em segundo plano, há o dano causado para a empresa, que terá de arcar com custos a mais. Imagino que os salafrários pensarão que as empresas tem dinheiro sobrando, que por terem milhares de jogos em estoque não é errado que “doem” um ou outro para o pobre cidadão que só possui algumas dezenas deles…

Obviamente essa ideia é o espírito comunista em sua pior e mais vergonhosa vertente, na verdade sem relação alguma com o verdadeiro comunismo a não ser utilizá-lo como desculpa, muleta para um ato criminoso. A maioria das empresas da internet são gerenciadas por pessoas como nós, alguém que teve a ambição e coragem de abrir um negócio. Todo mundo conhece alguém, seja um parente ou amigo, que possui uma loja ou uma empresa de serviços, e é notório que é algo difícil de se manter. As lojas da Europa ou Estados Unidos são como as daqui, com pessoas que estão se arriscando e trabalhando para viver como todo mundo.

Mas o mal maior causado por esses ladrões de galinha é afetar os outros jogadores – inclusive aqueles com quem dividem a mesa de jogo. Por causa de uma meia-dúzia de safados, algumas lojas param de enviar para o Brasil, ou aumentam o custo de envio (como exemplo, a Tree Frog Games só aceitava encomendas do Brasil se a pessoa pagasse um caro correio registrado), ou, no caso de muitos, não aceita reclamações quando o dano é verídico e causado por algum engano da própria empresa.

Sei que expressões assim tendem a causar polêmica, mas aqui não acredito estar errado, após o que foi ressaltado acima, dizendo que essas pessoas que dão calote são sem-vergonhas, covardes ou qualquer outro adjetivo pejorativo que você possa imaginar. Na verdade, uns ladrõezinhos pés-rapados – devem se sentir muito espertos saindo com um pouquinho a mais na mão, mesmo causando transtornos, desconfiança, atrapalhando a comunidade…

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 19/04/2013 em BoardGames, Wargames

 

Tags:

2 Respostas para “Os ridículos calotes nas lojas de boardgames

  1. Guilherme Pizzatto de Moraes

    19/04/2013 at 2:24 PM

    Engraçado, tive esse problema junto a Chessex, simplesmente corri o risco de, caso os dados do Savage Worlds não chegassem, eu ficaria no prejuízo se qualquer reembolso, justamente pro que, varias vezes, o envio deles se perdeu no Brasil… Sem falar em vários livros que quis adquirir no ebay e não consegui pelos mesmos motivos apresentados.

    Mas é interessante tb notar que a Amazon envia os boardgames para o brasil, inclusive já incluindo a taxa de transporte e tributação e com um prazo curto de entrega, talvez seja uma opção interessante para compra de boardgames.

     
    • vazquezramos

      19/04/2013 at 2:47 PM

      Bacana isso, não sabia que a Amazon estava enviando boards pra cá!
      Algumas empresas, como a Mile High Comics, dão uma opção muito bacana – você paga uns 2 ou 3 dólares de “seguro”. Como o valor é baixo, eu sempre escolho ele (e o engraçado é que jamais tive problemas com eles). Mas se você não pagar, depois não pode reclamar! Pelo menos há uma opção.

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: