RSS

Mas je don’t hablo questo língua!!!!

10 jul

@cacorpg é um fã de jogos, e um avido defensor de que as pessoas precisam aprender outras línguas, não só para jogar mas para poder viver em meio ao multiverso!

NnJ007-Foto1

Hoje estou reblogando  o texto do Marcelo Groo postado na redomanet há alguns dias atras, ele para mim exemplifica claramente o por que a linguagem nao deve ser uma barreira e se aplica tanto aos boardgames como também a rpg’s e vídeo games ele faz parte da coluna “novo No Jogo?” que o Marcelo escreve na Redomanet.

Não entendeu nada do título da coluna de hoje, padawan??? Nem eu!!! =P

Traduzindo (se é que dá para se traduzir isso), o título da coluna de hoje é: “Mas eu não falo essa língua!!!”, e é justamente sobre essa questão dos idiomas dos jogos que eu vou falar hoje. Mas relaxa, vou tentar me manter restrito ao nosso bom e velho português durante o restante do texto. =)

Infelizmente a quantidade de jogos modernos produzidos aqui no Brasil ainda é pequena, sendo a imensa maioria dos títulos encontrada apenas em idiomas estrangeiros, mais comumente o inglês. Esta necessidade do inglês torna o acesso ao hobbie bastante complicado para muita gente, podendo ser um problema até para aqueles que dominam a língua, pois pode ser que nem todos a dominem em seus grupos de jogos. Nós chamamos isso de “A Barreira do Idioma”, um problema que acaba por tornar o hobbie dos jogos modernos um tanto elitista, e pior, algumas vezes pode gerar uma certa segregação entre os jogadores.

“Ih Groo, então se eu não souber inglês não posso jogar os jogos modernos???”

Pelo contrário, padawan…não só pode, como deve! “A Barreira do Idioma” começa exatamente na insegurança dos novos jogadores, que sentem-se intimidados em sentarem-se à mesa para jogar um jogo em outro idioma. Então anote o que eu vou dizer agora: esta barreira só vai existir se você quiser que ela exista. =)

Small World, um jogo europeu totalmente independente de idioma.

Small World Um jogo totalmente independente de idioma.

“Mas como derrubar essa tal barreira do idioma, Groo???”

Em alguns casos pode ser mais fácil do que você imagina, padawan… Os dois grandes pólos de criação e produção dos jogos modernos são os Estados Unidos e a Europa, e embora a grande maioria dos jogos americanos exijam o conhecimento da sua língua nativa (são Dependentes de Idioma), o mesmo não acontece com os jogos de origem européia (que são Independentes de Idioma).

O motivo dessa diferenciação é em parte cultural, em parte por necessidades de mercado. Os Estados Unidos podem se dar ao luxo de produzir jogos com centenas de cartas e componentes lotados de textos (em inglês, é claro), já que além do seu mercado interno ser suficientemente grande para assimilar a sua produção, eles ainda contam com a vantagem do inglês ser o idioma mais disseminado ao redor do mundo. Já na Europa existe uma grande variedade de idiomas, portanto é desejável (inclusive economicamente) que um jogo produzido em um dos países europeus seja acessível os demais países. Para que isso seja possível, a grande maioria dos jogos traz manuais em diversas línguas, e seus componentes costumam apresentar ícones e ilustrações, ao invés de textos. Ou seja, você não precisa conhecer nenhum idioma para jogar estes jogos, embora seja bom conhecer pelo menos o português, para poder se comunicar com os demais participantes do jogo (talvez por isso os homens das cavernas não curtissem muito jogos de tabuleiro…).

“Pôxa Groo… tá, eu curti muito saber que posso jogar os europeus, mas… tem tanto jogo americano legal!!! Sério que não posso jogar eles???!!!”

Seu desespero foi prematuro, padawan… o que você ainda não sabe é que no universo dos jogos modernos existe um seleto grupo de poderosos jedis que trocaram seus sabres de luz por editores de texto e programas gráficos, utilizando a força para combater o Language Dependence Empire… Ô mania de reclamar antes de terminar de ler a coluna, aff… =|

Pois é meus caros, pra vocês verem como tem gente louca nesse nosso hobbie! Muitos e muitos dos aficcionados por board games já traduziram (e continuam traduzindo) muitos e muitos jogos, inclusive os ameritrashs com seus manuais de 50 páginas e suas centenas e centenas de cartas! Estas traduções podem ser encontradas em diversos sites e blogs espalhados pela internet, mas boa parte delas estão compiladas nos seguintes locais:

1. Banco de Dados do Redomanet, que apesar de criado recentemente já disponibiliza uma grande quantidade de traduções (a maioria feita pelos próprios frequentadores do fórum) e atualmente está desenvolvendo mecanismos de busca específicos para os arquivos traduzidos:
http://www.redomanet.com.br/bd/

2. Game list with Portuguese rules translation files in BGG, uma GeekList do Board Game Geek que atualmente conta com aproximadamente 450 arquivos de traduções para o português do Brasil e/ou de Portugal:
http://www.boardgamegeek.com/geeklist/28587/game-list-with-portuguese-rules-translation-files

3. Ilha do Tabuleiro, o portal sobre jogos de tabuleiro mais antigo do Brasil, onde a maioria das traduções eram postadas (na Ilha não é possível buscar por traduções, mas você pode acessá-las através das fichas dos respectivos jogos):
http://www.ilhadotabuleiro.com.br/

4. Dream With Boardgames, um tradicional site de Portugal com muitas traduções de jogos para a nossa língua irmã:
http://dreamwithboardgames.blogspot.com.br/p/regras-pt.html

“Pôw Groo, aí sim!!! Os jedi traduz e os padawan pira!!!! lol lol lol lol lol lol”

=| … sem comentários.

Banco de Dados Redomanet, fichas e traduções em português. lol lol lol lol lol

Banco de Dados Redomanet, fichas e traduções em português. lol lol lol lol lol

Enfim, o que não falta é opção para você quebrar essa barreira do idioma e jogar, padawan… A minha dica é que ao invés de comprar um jogo e depois ir procurar traduções do mesmo, você faça o inverso: descubra quais jogos já estão traduzidos e depois escolha um deles para comprar. Não tem erro! =)

Após estar com o seu jogo na mão e as respectivas traduções baixadas, o processo é simples: imprima tudo (com uma qualidade alta, se quiser manter a beleza do jogo) e corte o que for necessário com um estilete ou tesoura. Normalmente basta isso para componentes como fichas e referências, mas no caso de cartas é aconselhável um cuidado a mais: normalmente as traduções das cartas dos jogos são feitas sob a forma de etiquetas (ou paste ups, em inglês), que após impressas e cortadas devem ser colocadas dentro de sleeves, junto com as cartas originais do jogo (eu falei sobre os sleeves na semana passada). Portanto, basta imprimir a face frontal das cartas, já que o verso será a própria carta do jogo.

Facim, não? Então bom jogo, padawan!!! =)

“Facim mesmo Groo, animei!!!! Vou imprimir isso tudo e cortar com meu sabre de luz!!!! =D “

=| … no comments (e sem paste up, pra deixar de ser chato)

BattleLore: etiquetas das cartas traduzidas para colocar nos sleeves.

BattleLore: etiquetas das cartas traduzidas para colocar nos sleeves.

Eu vou encerrar a coluna de hoje agradecendo a esses jedis que ralam horrores, seja traduzindo, seja diagramando essas centenas de jogos para nós, sem ganhar absolutamente nada por esse trabalho, por puro amor ao hobbie… valeu Bruno Furikawa, valeu Daniel Coimbra, valeu Daniel Portugal, valeu Edilson Caetano, valeu Fausto Loss, valeu Ricardo Stávale, valeu Marcelo “Groo” (opa, esse sou eu? =P), valeu para tantos outros que traduzem com menos frequência (embora as traduções não sejam menos importantes), e valeu Carlos Vegeta, nosso jedi da programação, que coloca essa coisa toda pra funcionar!!!

CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP CLAP…

Valeu!
Groo

Se como eu você gostou deste texto, e quer se interessar mais sobre jogos siga o nosso blog e também a coluna do Groo na Redomanet!

Game On

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10/07/2013 em BoardGames

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: