RSS

Resenha board – Viagem no Tempo

10 jan

Sei que faz bastante tempo desde a última vez que escrevi aqui no blog… a razão disso é que lancei ano passado um livro infantil (você pode ler sobre ele aqui) e houve toda a produção e divulgação. Além disso, escrevi um romance de fantasia que lançarei este ano em algum momento.

Mas aqui estamos de volta! Gostaria de apresentar nas próximas semanas alguns boardgames bacanas que conheci em 2013. Aproveitando o último post feito pelo Caco, irei iniciar com um jogo nacional – “Viagem no Tempo” de Marcos Macri.

Sendo direto, na minha opinião “Viagem no Tempo” é o melhor jogo já feito no Brasil.

Podendo ser jogado de 3 a 5 jogadores, cada jogador coordena um grupo de viajantes temporais que deve acumular informações sobre as mais diversas eras – a Idade da Pedra, a Idade Média, a Época Moderna, etc. É um workplacement – isto é, o seu turno é mover um de seus “trabalhadores” e com isso ativar a localização que você deixou (pegando as pistas) e/ou a que você chegou (encontrando pessoas famosas, como Santos Dumont, Shakespeare, etc.).

Existem três formas de viagem, e cada uma possui certa peculiariedade e permite você pegar certos bônus específicos. Sem entrar em grandes detalhes, o fato é que você vai saltando de era em era, acumulando pontos e ocasionalmente atrapalhando seus adversários. Muitas vezes algumas eras se tornam bloqueadas para viagens, e os peões ficam presos nela. É também possível ficar perdido em dobras dimensionais e, se o jogador não se cuidar, ver seus peões eternamente presos em um buraco negro, o que tira pontos no final. A variedade de épocas que se visita também é importante, dando pontos de bônus no final, e cada jogador também conta com uma mão de cartas, que ajudam demais as ações (inclusive fazer os oponentes ficarem perdidos no tempo).

O que mais importa no jogo é que ele é bastante divetido. Mais que isso – é original. Muitas ideias nele eu jamais havia visto em outros jogos, e o tema encaixa bem demais com a mecânica. Se olharmos para outros workplacements, ele certamente não é um Caylus, Agricola ou T’zolk’In, mas está ombro a ombro com qualquer outro “não-clássico” estrangeiro. Mais importante, está em um nicho muito difícil de se alcançar – é um workplacement rápido. Uma partida dura 45 minutos, menos ainda com jogadores experientes, e é o único workplacement que conheço com tal complexidade que demora tão pouco. Isto é: você pode encaixá-lo entre dois jogos maiores, ou quando o tempo está curto, e mesmo assim estará jogando um jogo de altíssimo nível.

Eu já joguei este jogo muitas vezes, e ele sempre agradou vários tipos de jogadores, desde o usual ao mais experiente. Alguns gamers (só alguns) não curtiram esta ou aquela mecânica, mas isso é normal. Eu admito que a mecânica de fim de jogo não me parece 100%, mas fora isso não tenho nada a reclamar. Do ponto de vista gráfico, o tabuleiro é bastante bonito, e todo o material é de qualidade.

Recomendo muito este jogo, mas chegou o momento do balde de água fria: ele está esgotado! Apenas 200 cópias foram feitas, e todas já foram vendidas!

“Então, Gustavo, por que nos deixar na vontade?”, alguns estão se perguntando. Duas razões: primeiro, é possível encontrá-lo em leilões aqui e ali (cheque o boardgamegeek ou os fórums de jogadores). Aposto que com dedicação é possível encontrar alguém que queira se desfazer de sua cópia (mancada passar adiante um jogo desses, mas acontece). Segunda: Macri tem feitos jogos de alta qualidade pela empresa dele, a MS Jogos. Gran Circo foi muito bem elogiado (esse eu perdi de comprar…), e estou agora com Ovni, que ainda não testei. Se você perdeu “Viagem no Tempo”, fique de olho em futuros lançamentos, que muita coisa boa ainda vai surgir.

Semana que vem falarei de Hammer of the Scots, o melhor wargame que conheci em 2013…

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10/01/2014 em BoardGames

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: