RSS

GUERRA DE BRINQUEDO = Colecionando Napoleônicos

11 jun

French_line_infantryman(Por HerrMüller)

O clube de Wargaming & Miniaturismo de Curitiba, abriga muitos colecionadores e entusiastas dos jogos com miniaturas, além de jogadores. Desta vez trazemos ao publico  uma entrevista muito legal e interessante, com um membro do clube que é colecionador zeloso e dedicado e que nesta fase atual do colecionismo esta preparando exércitos da era napoleonica, e que vai nos contar algo a respeito das miniaturas deste período e seu sistema predileto para coloca-las na mesa de jogo e travar as  divertidas e emocionantes batalhas de jogos de guerra com miniaturas das quais gostamos tanto. Acompanhe Mateus Carneiro, falando um pouco sobre o assunto :

geral


Fale um pouco sobre a sua estória com o hobby de wargaming.
Eu entrei no hobby há uns 3 anos, quando comecei a colecionar miniaturas de naves estelares, que sempre foram minha paixão. Por acaso, descobri que existiam sistemas de jogo onde empregar tais miniaturas, e daí descobri que existia uma imensa variedade de outros jogos do tipo, utilizando as mais diversas miniaturas, sejam de soldados, tanques, aviões, monstros, etc.
Conheci então o Tropas Polares, um clube aqui de Curitiba de jogadores de wargames. Passei a jogar também o Warhammer 40k, que é o wargame mais popular no mundo, e dali fui começando a conhecer e praticar outros jogos. Atualmente, além de 40k, jogo também Deadzone, Warpath, Trafalgar, Black Powder, Heroclix, e pretendo começar a jogar também Judge Dredd e Hail Caesar, este último um sistema para batalhas no período antigo. Ah, e jogo também um sistema próprio de batalhas estelares, o Pax Stellarum.

Por que a escolha pelo período napoleônico?
Inúmeras características do período são bastante atraentes para mim. Primeiro, a imensa variedade e elaboração dos uniformes, o que torna o visual da batalha bastante rico e diversificado, além de ser muito mais interessante de se pintar.
Segundo, o fato de que todas as nações da Europa participaram do conflito, em um momento ou outro, oferece muitas opções de construção de unidades e exércitos.
Terceiro, esse era o período da guerra romântica, onde a bravura e a honra eram ainda caras para soldados e comandantes. Povoam a minha imaginação eventos como o Duque de Wellington se recusando a autorizar que sua artilharia disparasse contra o próprio Napoleão em Waterloo, mesmo diante de uma situação em que seus canhões estavam em posição perfeita para talvez matar o comandante inimigo.
Tudo isso cria para mim um enredo envolvente e instigante, cheio de batalhas memoráveis esperando para serem reproduzidas na mesa de jogo.

O wargame histórico ainda é um nicho limitado, diante do espectro muito mais amplo do wargame de fantasia e de ficção científica. Qual a razão que você atribuiria a isso?
O wargame histórico depende primeiramente de conhecimento da História. Quem não conhece a História não pode ter interesse e paixão por ela, logo, não terá entusiasmo em reproduzir na mesa as suas batalhas. E existe imensa ignorância entre as pessoas com relação à História.
Outro motivo é que, em geral, wargames históricos demandam exércitos extensos, e muitos jogadores de mentalidade mais tradicional não apreciam jogar contra adversários que não trazem exércitos pintados à mesa. Então aí você tem uma situação em que, pra começar a jogar, o sujeito tem que comprar e pintar duas ou três centenas de miniaturas, e muitos se desmotivam a sequer começar.
No wargame de fantasia e ficção científica, é possível começar a jogar com bem menos peças, e existe um ambiente muito mais amigável e receptivo pra quem ainda não tem modelos totalmente pintados.
Apesar das dificuldades, porém, o momento é de franca expansão do wargame, inclusive histórico, o que é sensacional pra quem é aficionado pelo hobby, como eu.

O que exatamente compõe um exército do período napoleônico, isto é, o que é preciso ter para começar a jogar?
Os exércitos do período se dividem basicamente em unidades de 3 tipos: Infantaria, Cavalaria e Artilharia. Além disso, o jogador deve possuir alguns comandantes, que são montados em bases separadas das unidades de combate que mencionei.
As unidades de Infantaria são de longe as mais abundantes, de modo que um jogo equilibrado no período teria exércitos com uma proporção de 3, 4 ou mais unidades de infantaria para cada uma de artilharia e cavalaria. Na realidade, a proporção talvez fosse bem superior, mas para efeito de jogo, este seria um número adequado.
 

Qual o sistema que você escolheu para as partidas no período napoleônico? E que outros sistemas similares existem por aí?
Escolhi o Black Powder, da Warlord Games, pela elegância e simplicidade do sistema. Existem muitos bons sistemas napoleônicos por aí – costuma-se dizer no meio que “existem tantos sistemas para batalhas napoleônicas quanto existem jogadores desse período”.
Eu estudei outros sistemas famosos, como Field of Glory Napoleonic, General de Brigade e Sharpe Practice, mas o Black Powder conquistou meu interesse por ser o mais acessível para um jogador iniciante, sem ser simplista a ponto de perder o sabor da riqueza tática do período do mosquete.

Quais escalas de miniaturas existem no mercado para o período em apreço?
Existem escalas pra todos os gostos, desde modelos de 6mm, até enormes soldados de 1/32. A escolha da escala vai depender daquilo que o colecionador tem em mente. Basicamente, quanto maior a escala, melhores os detalhes, mas mais caro fica colecionar, mais trabalhoso pintar, e mais problemático arranjar espaço para guardar e para jogar.
Em geral, eu gosto muito da escala de 28 a 30mm, pois oferece perfeição de detalhes, e é suficientemente pequena para permitir partidas em espaços limitados. Entretanto, como jogos napoleônicos requerem uma quantidade muito maior de modelos do que eu estou acostumado a usar em outros jogos, mesmo está escala se mostrou inapropriada, a menos que eu ficasse limitado a partidas skirmish (pequenos embates), o que não me interessava.
Todas as coisas consideradas, decidi ficar com a escala de 20mm, mais popularmente conhecida com 1/72, principalmente por ser de plástico e conter o mais abrangente acervo de unidades que participaram do conflito.
Abaixo desta escala, ainda teríamos a de 15mm com um bom grau de detalhes, mas qualquer coisa menor do que isso se torna visualmente desinteressante para o colecionador mais dedicado ao aspecto de hobby do que de jogo, propriamente.
Entretanto, há muitos que apreciam o espetáculo de enormes unidades dispostas na mesa, ainda que individualmente cada modelo não seja particularmente atraente. Para estes, o apelo estético está visão geral das forças em batalha, e, como eu disse, existem escalas minúsculas pra atender a estes gostos, também.
GALERIA:
general
Generais de Brigada antes da batalha:
generais2
Unidade de Infantaria de Linha :
frenchline
A elite da infantaria napoleônica com os  Velhos Guardas Imperiais :
oldguard
Escaramuçadores franceses :
escaramuçadores
Infantaria pronta para o combate :
linha
Dragões Pesados cavalgam para a luta :
hdrag
Dragões Imperiais fazendo carga :
dragões
Carabiniers-à-Cheval, a fina flor da cavalaria  :
carabineiros
Artilharia desengatada e preparada para combater :
artyunlim
O exército se apronta :
geral2
artylimbered
Soldado guarda o posto de suprimentos na retaguarda:
campo2
Conjunto de peças de cenário :
campo
 
2 Comentários

Publicado por em 11/06/2014 em Geral

 

2 Respostas para “GUERRA DE BRINQUEDO = Colecionando Napoleônicos

  1. Alexandre Wotan

    17/06/2014 at 11:51 AM

    parabens pela materia, agora fiquei curioso de onde adquirir essas miniaturas em curitiba?

     
  2. herrmiller

    23/06/2014 at 11:10 AM

    Normalmente são adquiridas no estrangeiro, apesar da escala 1/72 ser uma das que tem também no Brasil, Lima Hobbyes em Curitiba, e outras capitais, o problema é que normalmente não se tem muita opção de escolha, então a compra internacional é a preferida, se tiver facebook, procure MATEUS CARNEIRO, que ele vai lhe dizer exatamente como adquiriu estas para a era napoleonica.

     

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: