RSS

Nerd encontra nerd

13 nov

Realmente…

Neste último final de semana aconteceu a World RPG Fest, como todo mundo que visita esta página sabe, e lá estava eu, me espantando constantemente com o mundo nerd. Após minhas divagações da semana passada – sobre o excesso de histórias e merchandising que é possível extrair de um universo fictício – percebi que ainda há muito leite pra se tirar de todas essas vacas sagradas.

A primeira coisa que notei é um esforço enorme em unir personagens de um desses mundos com alguma outra coisa do mundo pop. Isso é um tanto velho: por exemplo, uma camiseta com o Darth Vader no estilo dos quadros de Andy Warhol, ou os Simpsons cruzando as ruas como na capa do Abbey Road, dos Beatles. A cultura norte-americana é repleta disso, e há inclusive desenhos e programas cujo humor provém quase que unicamente disso: referências (Family Guy, por exemplo, ou alguns filmes de comédia). Digamos, em 1985 o Michael Jackson faz um clipe musical, e muitos anos depois, em um desenho animado, um dos personagens repete o clipe – passo a passo, só que em desenho – e há há há, que coisa mais incrível.

Com isso estamos acostumados: o que realmente me espantou, porém, foi começar a ver um elemento do mundo nerd se referindo a outro elemento do mundo nerd, mas de uma maneira na melhor das hipóteses simplista, e na pior sem nenhuma relação digna de menção. Exemplo: uma camiseta escrita “Legend of Zombie”, com o Link, do Legend of Zelda, comendo um coração. Comendo um coração, pegou? Como no videogame o Link coleta corações, colocamos Zombie no lugar de Zelda (ambos começam com a letra “Z”, pegou?), mas desta vez ele come o coração. Há há há, quase tive um colapso ao vislumbrar tamanha genialidade.

Outra: Link já participou de uma aventura chamada “Link to the Past”, entre outras em que viagens temporais acontecem. Então uma camiseta com ele vestido como Dr. Who! Fantástico… Só o Dr. Freud para fazer uma associação de ideias tão eficaz assim.

Claro que outras são mais… “espirituosas”, por assim dizer: um quadro com Darth Vader, Luke Skywalker, e Obi Wan Kenoby como fantasma, com os textos… espere para ver… “Pai, filho e espírito santo”. Na minha opinião, isso é tão estúpido que até um ateu precisaria concordar que existe um inferno só para pessoas que inventam essas coisas. Ou talvez seja eu que não tenha humor, há há há.

As mais extremas são aquelas sem noção nenhuma: digamos, uma camiseta com Darth Vader de cavanhaque estilo Walter White, do Breaking Bad, com o texto “Empire Business”. Ok, ambos são “vilões”… ambos são personificados por atores… bem, acho que as semelhanças acabam aí. Há há.

Na WRF houve um concurso muito interessante de Cosplay. No próximo ano, sugiro que alguém vá vestido, digamos, não apenas de Super Mario, mas de Super Mario vestido de Luke Skywalker – mas zumbi. Vai ser primeiro lugar com certeza.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13/11/2014 em Geral

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: